Em Porto, Barbosa lança programa que investirá mais de R$ 100 milhões na estruturação dos parques industriais

Tempo estimado para leitura: 4 minuto(s)


Com estimativa de R$ 110 milhões em investimentos nos próximos anos, o governador do Tocantins em exercício, Wanderlei Barbosa, lançou nessa terça-feira, 18, em Porto Nacional, o Programa de Impulsionamento da Indústria, Comércio e Serviços (PICS), que tem como objetivo melhorar a infraestrutura dos parques e distritos industriais do Estado.

Durante a solenidade foi assinado o Termo de Cooperação Técnica entre o Governo e a prefeitura de Porto Nacional, que visa implantar a infraestrutura necessária para o pleno funcionamento do Distrito Industrial da cidade.

-- Publicidade --

-- Publicidade --

Os recursos, na ordem de R$ 49 milhões, são do Fundo de Desenvolvimento Econômico do Tocantins (FDE) e serão investidos nos oito parques industriais já existentes no Estado e na criação de novas áreas nas regiões sudeste e no extremo norte. Além do Parque Industrial de Porto Nacional, que é o primeiro a contemplado com os recursos do PICS, também estão previstos investimentos nos distritos Industrial de Guaraí; Palmas II – Cidade do Automóvel; Gurupi (duplicação da Avenida Goiás); Paraíso do Tocantins, com a construção do anel viário; Araguaína (Daiara); e de Colinas.

O governador Wanderlei Barbosa salientou que a sua proposta de desenvolvimento do Estado passa necessariamente pela infraestrutura dos parques industriais. “Não temos como atrair investidores se não tivermos um ambiente propício para as empresas. Daí a importância desse programa que estamos lançando hoje. É um projeto de longo prazo, que vai permitir estruturar, ampliar e implantar os parques industriais para atrair novos investimentos para o Tocantins, gerar empregos, renda para o povo e divisas para o Estado”, ressaltou.

O secretário de Estado da Infraestrutura, Jairo Mariano, explicou que o programa constitui uma parceria entre as pastas da Infraestrutura e da Indústria, Comércio e Serviços (Sics) que vai permitir acelerar o processo de desenvolvimento econômico com a instalação e a ampliação dos parques industriais. “Isso certamente vai promover uma nova dinâmica na economia do Estado”, frisou, ressaltando que os projetos para lançamento do edital de licitação de contratação para os serviços de engenharia e construção de infraestrutura do parque de Porto Nacional já estão sendo finalizados.

O titular da Indústria Comércio, Carlos Humberto Lima, também reforçou o aspecto socioeconômico do programa e o potencial de atração de novos investimentos por meio da melhoria da infraestrutura dos parques industriais. “Temos que criar condições de atração de novos investimentos, sem esquecer daqueles que já estão implantados no Estado”, afirmou.

O secretário ressaltou ainda que o investimento do programa ao longo de quatro anos, além de atrais novos investimentos, vai permitir o reinvestimento de empresas já instaladas no Tocantins. “O Distrito de Porto Nacional, por exemplo, foi criado em 1991, ou seja, é um parque que tem 30 anos e ainda não tem infraestrutura adequada. Então vamos fazer uma correção histórica e promover a parte final na atração de investimentos que é dotar efetivamente o Tocantins de um conjunto de distritos industriais que possuam a infraestrutura necessária para que a gente promova essa atração de investimentos”, completou.

Durante o evento, a equipe técnica da Companhia Imobiliária de Participações, Investimentos e Parcerias (Tocantins Parcerias) recolheu assinaturas para emissão dos títulos de propriedades aos moradores do Parque Eldorado.

Outros investimentos

O programa também vai promover parcerias com outras pastas do Governo do Tocantins e com o terceiro setor. Para isso, o PICS prevê para este ano de 2022, R$ 1,28 milhões para a Associação Comercial e Industrial de Palmas (Acipa), que serão investidos na Feira de Negócios de Palmas; mais R$ 1,98 milhões para a Federação da Agricultura do Estado do Tocantins (Faet) destinados à realização de feiras agropecuárias.

Outros R$ 2,5 milhões serão destinados à Agência de Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa do Tocantins (Adetuc) para capacitação do segmento do turismo; R$ 1,5 milhão para o Sebrae-TO, também destinados à capacitação do segmento do turismo; e mais R$ 1,5 milhão para a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Tocantins (Fecomércio), também voltados à capacitação do segmento do turismo em dez cidades.

O Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins) será contemplado com R$ 350 mil destinados à realização do Censo de Apicultura do Tocantins e a própria Sics terá mais de R$ 500 mil para a sinalização geográfica dos arranjos Produtivos do Estado.

Tô mais Jovem

Ainda durante a solenidade, foi lançado o programa Tô mais Jovem, que será executado pela Secretaria de Estado do Trabalho e Desenvolvimento Social (Setas) e visa oportunizar emprego aos jovens tocantinenses. Para Porto Nacional, foram destinadas 250 vagas.

Presenças

O evento contou com a presença de prefeitos de todo o Tocantins, da senadora Kátia Abreu, do presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Antonio Andrade, de representantes do setor empresarial e outras autoridades.

Fonte conexaoto
você pode gostar também