Zion Williamson brilha e Pelicans vence Suns na prorrogação

Tempo estimado para leitura: 7 minuto(s)


New Orleans Pelicans superou o Phoenix Suns por 129 a 124 neste domingo (11), em jogo decidido na prorrogação e com grande atuação de Zion Williamson. O astro anotou 35 pontos e oito rebotes e terminou como cestinha da partida. Este, aliás, foi o segundo duelo entre as equipes em menos de três dias. Jogando em casa, o time comandado por Willie Green venceu os dois.

Além de Zion Williamson, o Pelicans contou também com noite inspirada de CJ McCollum contra o Suns. Isso porque o veterano fez 29 pontos e distribuiu sete assistências.

-- Publicidade --

-- Publicidade --

A partida teve “cara” de decisão. No último embate, afinal, jogadores do time visitante não gostaram de um lance protagonizado por Williamson. O craque do Pelicans deu uma enterrada nos segundos finais, quando o jogo já estava decidido e gerou uma confusão. Chris Paul, que esteve em quadra neste domingo, foi o mais irritado com o adversário.

Com o triunfo, o time de New Orleans se manteve na primeira posição da Conferência Oeste. A liderança, inclusive, foi tomada do próprio Suns. Agora, o Pelicans soma 18 vitórias em 26 jogos e se coloca entre as melhores campanhas da NBA.

Sem Devin Booker que não atuou por conta de uma possível lesão, Deandre Ayton chamou a responsabilidade em boa parte do confronto. O pivô anotou 28 pontos, 12 rebotes e cinco assistências. Além disso, teve ótimo aproveitamento nos arremessos de quadra, convertendo 13 em 18 tentativas.

Da mesma forma, Mikal Bridges foi um dos personagens do jogo, sobretudo no primeiro tempo. Com cinco bolas de três pontos, terminou o jogo com 27 pontos.

Com derrota de sexta-feira, o time do técnico Monty Williams caiu para a terceira colocação, já que o Memphis Grizzlies também o ultrapassou. No entanto, com mais uma derrota para o Pelicans, a franquia do Arizona foi para a quarta posição. Afinal, o Denver Nuggets possui o mesmo número de derrotas. Assim, são 16 vitórias e dez reveses para o Suns.

A partida

A partida começou enérgica com o Suns tendo melhor aproveitamento no ataque. Além disso, Deandre Ayton venceu duelos contra Jonas Valanciunas e Mikal Bridges foi o grande nome do primeiro quarto com 12 pontos e duas bolas do perímetro. Com isso, o time visitante largou na frente com sete pontos de vantagem.

Tentando encurtar a diferença no placar o Pelicans abusou das bolas de três pontos e falhou em grande parte. Isso até Zion e Larry Nance Jr acertarem suas tentativas e os donos da casa tomaram a frente. No entanto, Bridges e Ayton continuaram quentes e, apesar do equilíbrio entre os times, Phoenix seguiu na liderança por um ponto.

O Pelicans voltou do intervalo mais ligado e optando por ataques próximos ao garrafão, ao contrário do segundo período, quando abusou das bolas de longa distância. Além disso, Williamson veio quente para o terceiro quarto, e os anfitriões assumiram o controle da partida e a liderança no marcador.

Então, a vantagem que chegou a ser de 14 pontos, caiu para cinco ao término do terceiro período. O Suns se manteve no jogo, sobretudo pela ótima atuação de Ayton no garrafão e bolas de três pontos importantes de Cameron Payne.

No último quarto, Phoenix melhorou a defesa e dificultou conclusões mais fáceis do adversário. Assim, conseguiu conter o Pelicans que permaneceu enérgico na partida. A diferença, por outro lado, se manteve em torno dos cinco pontos até a metade do período.

Já na parte final do embate, o Suns igualou o placar e levou a disputa acirrada até os segundo finais. Com 34 segundos para o fim, Zion Williamson ainda desperdiçou um lance livre que permitiu o rival se manter com uma posse de diferença. Posteriormente, foi a vez de Naji Marshall perder uma cobrança e, então, Phoenix forçou prorrogação.

Prorrogação

Apesar de uma bola de três pontos do Suns, o Pelicans foi ao tempo extra melhor nos dois lados da quadra. Além disso, o técnico Willie Green pediu uma ótima revisão em uma falta que Chris Paul sofreu para três lances livres. O desafio foi com sucesso para o time da casa e, a partir disso, assumiu o controle dos minutos finais.

CJ McCollum, acima de tudo, foi o grande nome da prorrogação. Isso porque assumiu as armações da equipe, algo que ficou a cargo de Zion no último quarto regulamentar.

(16-11) Phoenix Suns 124 x 129 New Orleans Pelicans (18-8)

 

Phoenix

Deandre Ayton: 28 pontos, 12 rebotes, cinco assistências e 13/18 nos arremessos de quadra
Mikal Bridges: 27 pontos, cinco rebotes, três assistências e 5/13 do perímetro
Cameron Payne: 17 pontos e três assistências
Torrey Craig: 14 pontos e sete rebotes
Damion Lee: 12 pontos e três rebotes

New Orleans

Zion Williamson: 35 pontos, oito rebotes, três assistências e 14/21 nos arremessos de quadra
CJ McCollum: 29 pontos, quatro rebotes, sete assistências e 3/10 do perímetro
Naji Marshall: 16 pontos, cinco rebotes e cinco assistências
Larry Nance Jr.: 15 pontos, sete rebotes, sete assistências e quatro roubos de bola
Dyson Daniels: 11 pontos e oito assistências

 

Outros jogos

(11-15) Los Angeles Lakers 124 x 117 Detroit Pistons (7-22)

 

 

Destaques

Los Angeles

LeBron James: 35 pontos, cinco rebotes e cinco assistências
Anthony Davis: 34 pontos, 15 rebotes, sete assistências e 12/18 nos arremessos de quadra
Lonnie Walker: 18 pontos, sendo 4/6 do perímetro
Russell Westbrook: 11 pontos, quatro rebotes e nove assistências

Detroit

Bojan Bogdanovic: 38 pontos, quatro rebotes e 6/12 do perímetro
Jaden Ivey: 16 pontos
Saddiq Bey: 14 pontos, três rebotes e 4/8 do perímetro
Alec Burks: 11 pontos, quatro rebotes e três assistências
Marvin Bagley: dez pontos e quatro rebotes

(7-20) Charlotte Hornets 113 x Philadelphia 76ers (14-12)

 

Destaques

Charlotte 

Terry Rozier: 29 pontos, oito rebotes, seis assistências e 5/8 do perímetro
Kelly Oubre Jr.: 29 pontos, três rebotes e 3/8 do perímetro
Jalen McDaniels: 15 pontos, cinco rebotes e três assistências

Philadelphia

Joel Embiid: 53 pontos, 12 rebotes, três assistências, 20/32 nos arremessos de quadra e 11/11 em lances livres
James Harden: 19 pontos, nove rebotes, 16 assistências e 3/8 do perímetro
Tobias Harris: 17 pontos, quatro rebotes e três roubos de bola
De’Anthony Melton: 12 pontos, quatro rebotes e 4/7 do perímetro
Shake Milton: 11 pontos e três assistências

(14-11) Sacramento Kings 99 x 112 New York Knicks (14-13)

 

 

Destaques

Sacramento

Domantas Sabonis: 20 pontos, 12 rebotes e quatro assistências
Keegan Murray: 18 pontos, sete rebotes e 3/8 do perímetro
Kevin Huerter: 17 pontos, cinco rebotes e seis assistências
Harrison Barnes: 15 pontos
Malik Monk: 12 pontos e quatro rebotes

New York

RJ Barrett: 27 pontos, nove rebotes, seis assistências e três roubos de bola
Julius Randle: 27 pontos, oito rebotes, três assistências e 3/11 do perímetro
Jalen Brunson: 18 pontos, três rebotes e três assistências
Mitchell Robinson: 12 pontos e nove rebotes
Immanuel Quickley: 12 pontos e quatro rebotes

 

(13-14) Toronto Raptors 99 x 111 Orlando Magic (8-20)

 

 

Destaques

Toronto

Gary Trant Jr.: 24 pontos, três rebotes e 3/8 do perímetro
Fred VanVleet: 20 pontos, quatro rebotes, sete assistências e quatro roubos de bola
Pascal Siakam: 19 pontos, seis rebotes e sete assistências
Chris Boucher: 12 pontos e cinco rebotes
Scottie Barnes: 11 pontos

 

Orlando

Franz Wagner: 23 pontos, três rebotes, quatro assistências e 3/5 do perímetro
Paolo Banchero: 20 pontos, 12 rebotes e cinco assistências
Mo Bamba: 18 pontos e nove rebotes
Cole Anthony: 14 pontos, seis rebotes e seis assistências

(11-14) Chicago Bulls 122 x 123 Atlanta Hawks (13-13)

Destaques

Chicago

DeMar DeRozan: 34 pontos, 13 rebotes, oito assistências e 14/15 em lances livres
Zach LaVine: 21 pontos, três rebotes e três assistências
Andre Drummond: 14 pontos, nove rebotes e cinco roubos de bola
Derrick Jones Jr.: 14 pontos e três tocos
Nikola Vucevic: 13 pontos e oito rebotes
Coby White: 12 pontos, seis rebotes e quatro assistências

Atlanta

Bogdan Bogdanovic: 28 pontos, sete rebotes, cinco assistências e 6/14 do perímetro
Trae Young: 19 pontos e 14 assistências
AJ Griffin: 17 pontos
De’Andre Hunter: 16 pontos e três rebotes
Clint Capela: 15 pontos e 14 rebotes
Onyeka Okongwu: 14 pontos e nove rebotes

(19-7) Milwaukee Bucks 92 x 97 Houston Rockets (8-18)

Destaques

Milwaukee

Jrue Holiday: 25 pontos, seis rebotes, oito assistências, três roubos de bola e 4/9 do perímetro
Bobby Portis: 17 pontos e 15 rebotes
Giannis Antetokounmpo: 16 pontos, 18 rebotes e quatro assistências
Grayson Allen: 11 pontos

Houston

Jalen Green: 30 pontos, sete rebotes, três assistências e 3/6 do perímetro
Kevin Porter Jr.: 18 pontos, três rebotes e sete assistências
Kenyon Martin Jr.: dez pontos e sete rebotes

Assine o canal Jumper Brasil no Youtube

Todas as informações da NBA estão no canal Jumper Brasil. Análises, estatísticas e dicas. Inscreva-se, mas dê o seu like e ative as notificações para não perder nada do nosso conteúdo.

Fonte jumperbrasil
você pode gostar também
×