As melhores atuações no empate entre Corinthians e Flamengo, pela final da Copa do Brasil

Tempo estimado para leitura: 2 minuto(s)


90 minutos já foram, restam outros 90 minutos para conhecermos quem será o grande campeão da Copa do Brasil de 2022. No primeiro duelo, disputado na noite desta quarta-feira (12), não houve um vencedor: empate por 0 a 0 entre Corinthians e Flamengo, resultado que mantém tudo em aberto para a segunda e derradeira final, programada para acontecer no dia 19 de outubro, no Maracanã.

-- Publicidade --

-- Publicidade --

Apesar de amarrada e muito parelha, a ida na Neo Química Arena foi disputada em bom nível técnico e contou com alguns destaques. A seguir, elencamos as melhores atuações no empate entre Corinthians e Flamengo, pela final da Copa do Brasil:


5. David Luiz (Flamengo)

David Luiz
David quase marcou um golaço no segundo tempo / Ricardo Moreira/GettyImages

Exceção ao corte seco que levou em lance agudo de Yuri Alberto, David Luiz esteve bastante seguro na Neo Química Arena, tanto na contenção, quanto na saída de bola. Além do alto aproveitamento nos passes, levou grande perigo ao time rival com belo chute longo que explodiu na trave.

4. Gil (Corinthians)

Gil
Gil ganhou a maioria dos duelos contra os atacantes rubro-negros / Ricardo Moreira/GettyImages

Experiente e acostumado com grandes jogos, Gil esteve muito bem nos combates 1×1 e levou a melhor na grande maioria dos confrontos com os perigosos atacantes rubro-negros. Somou três interceptações, três cortes e dois desarmes.

3. Fagner (Corinthians)

Fagner
Fagner teve a dura missão de marcar Pedro, e foi muito bem / Ricardo Moreira/GettyImages

Fagner teve muito trabalho em seu setor, tendo que marcar um dos atacantes mais letais do futebol brasileiro, Pedro. Mas o experiente camisa 23 do Corinthians se saiu muito bem na missão, reduzindo bastante os espaços do centroavante. Foi o líder de seu time em desarmes, com 4.

2. Thiago Maia (Flamengo)

Thiago Maia
Thiago Maia fez um bom jogo na Neo Química Arena / Ricardo Moreira/GettyImages

O volante rubro-negro se destacou pela combatividade, pela segurança na marcação e pelo incrível poder de recuperação em um lance de gol quase certo de Yuri Alberto: mesmo saindo muito atrás, Thiago Maia conseguiu travar finalização do atacante alvinegro, que estava cara a cara com Santos.

1. Cássio (Corinthians)

Cassio
Cássio fez duas grandes defesas no segundo tempo / Ricardo Moreira/GettyImages

O maior ídolo do Corinthians neste século teve, mais uma vez, uma grande atuação em um jogo decisivo do Timão. Mostrando que ainda é um goleiro de primeiríssimo nível, fez defesas importantes que mantiveram o 0 a 0 no marcador, dentre elas um “milagre” cara a cara com Gabriel Barbosa.

Fonte 90min
você pode gostar também
×