Greenwald: elite incumbiu o Moro de destruir o Lula

Tempo estimado para leitura: 2 minuto(s)


Conversa Afiada reproduz entrevista de Glenn Greenwald, responsável pelo Intercept, ao site Democracy Now, dos Estados Unidos.

Greenwald diz entre outras coisas:

– ele tem mais material sobre o Moro, um mentiroso sociopata, do que teve com o Snowden, o que lhe deu o maior prêmio do jornalismo americano, o Pulitzer;

-- Publicidade --

-- Publicidade --

– e o material do Snowden foi, até então, o maior conjunto de documentos confidenciais revelado por um jornalista;

– Moro foi um Procurador com esteróides!

– as principais revelações – e ainda há muito por vir… – foram:

– a elite incumbiu Moro de destruir a candidatura do Lula e fazer o PT perder a eleição;

– Moro deu a diretriz, o design, foi o comandante dos procuradores , o que é ilegal. Não foi o “árbitro neutro”, como se definia;

– ele e o Dallagnol, três dias antes da decisão, sabiam que não tinham prova de que o Lula era dono do triplex;

– nem tinha certeza de que o caso deveria estar com eles;

– Moro agiu rapidamente para dar tempo de impedir Lula de ser candidato;

– a credibilidade de Moro é essencial à legitimidade do Bolsonaro;

– Lula estava certo: Moro se subordinou à mídia e não podia mais absolvê-lo, porque as mentiras dele já tinham ido longe demais;

– Moro é um mentiroso patológico;

– Moro pode não cair, mas está seriamente atingido e enfraquecido;

– o mínimo que a Justiça pode fazer é julgar Lula de novo;

– ele vai publicar tudo o mais rápido possível, com o cuidado de não cometer erros para não prejudicar a credibilidade do material que obteve.

Fonte Conversa Afiada
você pode gostar também
×