Andrino defende manutenção do programa Palmas Solar com o texto atual

Tempo estimado para leitura: 1 minuto(s)


Aconteceu na tarde desta quinta, 19, na Câmara Municipal, a reunião da Frente Parlamentar de Incentivo à Industria e Comércio. Em pauta o programa Palmas Solar e a recente manifestação da prefeitura com a intenção de alterar o texto da Lei.

Andrino, que como secretário municipal foi um dos idealizadores do Palmas Solar, lembrou a importância do projeto implantado em 2016, que tem um caráter inovador e se tornou referência para todo o Brasil.

-- Publicidade --

-- Publicidade --

“Não pode haver retrocesso. A prefeita manifestou recentemente a intenção de enviar um projeto que altera a Lei do Palmas Solar e afeta diretamente os empresários da cidade que se programaram para um projeto de 10 anos de desenvolvimento. Isso não pode acontecer. O que o empresariado daqui faz pela cidade na geração de emprego e renda e movimentação da economia, não pode ser comprometido”, afirmou.

Ainda não foi enviado nenhum documento à Casa de Leis, mas os representantes da prefeitura confirmaram que está sendo feito um estudo nesse sentido. A reunião foi realizada a pedido de empresários do ramo de energia solar preocupados com o posicionamento do Executivo e contou com a participação de diversas associações e entidades como a CDL, Acipa, Fecomércio e Fieto.

Fonte tiagoandrino
você pode gostar também