Nova manifestação contra Bolsonaro em SP reúne torcedores e antirracistas

Tempo estimado para leitura: 2 minuto(s)


Centenas de pessoas se manifestaram neste domingo (14) na cidade de São Paulo “em defesa da democracia” e contra o presidente de extrema direita Jair Bolsonaro.

Atrás de uma grande faixa vermelha que dizia “Fora Bolsonaro”, os manifestantes se reuniram na Avenida Paulista.

A iniciativa reuniu pelo menos metade das pessoas que compareceram em outro protesto organizado há uma semana no Largo da Batata, praça do centro da cidade, constatou um fotógrafo da AFP.

Como no domingo passado, vários torcedores de clubes de futebol rivais estiveram presentes, assim como membros de movimentos antirracistas, mobilizados como outros ao redor do mundo pela morte de George Floyd nos Estados Unidos.

A maioria dos manifestantes usava máscaras protetoras e frequentemente distribuía álcool em gel.

O Brasil é o segundo país com mais casos de coronavírus, atrás dos Estados Unidos, com 42.720 mortos e 850.514 casos.

Ao mesmo tempo, cerca de trinta ativistas pró-Bolsonaro se encontraram nos arredores da prefeitura de São Paulo.

Em Brasília, o governador Ibaneis Rocha decidiu na noite de sábado bloquear a emblemática Explanada dos Ministérios, onde ocorrem atos pró-Bolsonaro quase todos os domingos desde o começo da pandemia, alguns deles com a presença do presidente.

O governador tomou essa decisão para evitar qualquer “reunião contrária às medidas de prevenção contra o coronavírus”, mas também devido ao “caráter inconstitucional” dos cartazes e slogans dos manifestantes, “ameaçadores” para o Congresso e a Justiça.

Fonte istoe
você pode gostar também