Navalny será preso se voltar à Rússia por violação de pena

Tempo estimado para leitura: 1 minuto(s)


MOSCOU, 12 JAN (ANSA) – A Justiça da Rússia aceitou um pedido de suspensão de pena contra o opositor Alexei Navalny nesta terça-feira (12), informa o site de tribunais de Moscou. Com isso, se o advogado retornar ao país será encarcerado.

Segundo Navalny, que se manifestou através de suas redes sociais, o pedido foi feito pela Agência de Serviços Penitenciários (FSIN) por conta de uma violação da prisão condicional referente a uma condenação de 2014. À época, o advogado foi condenado a 3 anos e meio de prisão por um desvio de 26 milhões de rublos (cerca de R$ 1,9 milhão) de uma empresa francesa de cosmético no país.

No entanto, no mês passado, a FSIN determinou que Navalny se apresentasse ao juiz de vigilância de Moscou, o que não é possível porque o russo está na Alemanha, onde ainda se recupera do envenenamento sofrido em agosto de 2020.

“[Vladimir] Putin está tão furioso pelo fato de eu ter sobrevivido ao envenenamento que mandou o FSIN ir à Justiça para pedir que a condenação com condicional virasse uma condenação real”, acusou o opositor, dizendo que a medida é sem validade porque o período de prisão terminou em 30 de dezembro.

O advogado acusa o governo russo de estar por trás de seu envenenamento, feito com uma substância química do grupo Novichock. Por sua vez, Putin sempre negou a acusação, dizendo que Navalny se envenenou de propósito. (ANSA).

Fonte istoe
você pode gostar também