Biden quer que eleitores julguem seu nível de energia, não idade

Tempo estimado para leitura: 2 minuto(s)


WASHINGTON (Reuters) – O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, procurou tranquilizar os eleitores democratas que têm dúvidas se o presidente de 79 anos deve concorrer à reeleição, ao mesmo tempo em que disse em uma entrevista que pode “cair morto amanhã”.

Já o presidente mais velho da história americana, Biden completaria 86 anos se cumprisse um segundo mandato. Ele disse repetidamente que concorrerá à reeleição em 2024, mesmo com muitos democratas questionando se o partido deveria apoiar um candidato mais jovem.

-- Publicidade --

-- Publicidade --

Uma pesquisa do New York Times/Sienna College em julho descobriu que apenas 26% dos eleitores democratas apoiavam a renomeação de Biden para 2024, com a idade citada como o maior motivo para os que se opõem.

Em setembro, Biden procurou publicamente Jackie Walorski, uma congressista de Indiana que morreu em um acidente de carro no mês anterior, parecendo se esquecer que ela havia falecido.

“Estou com boa saúde. Tudo de bom, tudo fisicamente sobre mim ainda está funcionando bem, então você sabe, e mentalmente também”, disse o presidente, que completará 80 anos no próximo mês, em entrevista à MSNBC que foi ao ar neste domingo.

Biden disse que deveria ser julgado com base em seu vigor atual no trabalho, e não em sua idade, embora reconheça que a questão é uma preocupação “legítima” do eleitor.

“Eu sou um grande respeitador do destino. Eu poderia pegar uma doença amanhã. Eu poderia, você sabe, cair morto amanhã… em termos de meu nível de energia, em termos de quanto eu sou capaz de fazer, eu acho as pessoas deveriam olhar e dizer – ele ainda pode ter a mesma paixão pelo que está fazendo?” disse Biden.

“E se eles acham que eu faço e posso fazê-lo, então tudo bem. Se eles não fizerem, então eles deveriam votar contra mim – não contra mim, eles deveriam me encorajar a não ir. Mas não é assim que eu me sinto.”

(Reportagem de Joel Schectman)

Fonte investing
você pode gostar também
×