Paulo Octávio registra candidatura e declara R$ 618 milhões em bens ao TSE

O empresário apresentou a segunda maior declaração de bens entre todos os candidatos do país.

Tempo estimado para leitura: 2 minuto(s)


O empresário Paulo Octávio (PSD) registrou a candidatura ao Palácio do Buriti, no fim da tarde desta segunda-feira (15/8). Na declaração de bens apresentada ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o ex-vice-governador do DF apresentou R$ 618 milhões em capital. Até o momento, ele é o segundo candidato mais rico de todo o Brasil, atrás apenas do empresário Marcos Ermírio de Moraes, segundo suplente de Marconi Perillo, candidato ao Senado por Goiás, que declarou R$ 1,2 bilhão.

-- Publicidade --

-- Publicidade --

Novas candidaturas podem ser registradas no TSE até às 19h desta segunda. Em 2006, quando disputou um cargo eletivo pela última vez, Paulo Octávio declarou ao Tribunal um total de R$ 323 milhões em bens.

O vice-governador da chapa será Felipe Belmonte (PSC), como definiu a convenção do partido, realizada no Brasília Palace Hotel, em 5 de agosto. Belmonte declarou R$ 72,7 milhões em bens ao TSE.

Na declaração homologada no sistema do tribunal neste ano, Paulo Octávio apresentou uma extensa lista de investimentos, participações em empresas, aplicação de renda e fundo de investimento imobiliário. A maior delas no valor de R$ 514 milhões, referentes a “quotas ou quinhões de capital” —  opção para declarar empresas de formato jurídico.

O empresário ainda declarou mais de R$ 32 mil em três registros de “Jóia, quadro, objeto de arte, de coleção, antiguidade, etc”. Devido a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), de 2019, o TSE deixou de publicar a descrição dos bens, como endereços de imóveis e descrição dos objetos.

Declarações dos candidatos ao GDF

Antes da candidatura de Paulo Octávio, Ibaneis Rocha (MDB) era o candidato ao GDF mais rico. O empresário, agora, é o líder no DF, e fica em segundo a nível nacional. Em Goiás, Marcos Ermírio de Moraes (PSDB), segundo suplente do candidato ao Senado Marconi Perillo (PSDB), declarou mais de R$ 1 bilhão em bens — R$ 1.267.950.846,18 é a cifra exata. Ele é herdeiro da Votorantim, uma das maiores empresas de construção do mundo.

Veja a lista de bens de candidatos do DF:

Paulo Octávio (PSD): R$ 618 milhões

Ibaneis Rocha (MDB): R$79,8 milhões
Rafael Parente (PSB) R$ 9,2 milhões
Izalci Lucas (PSDB) R$ 8,7 milhões
Lucas Salles (DC) R$ 1,3 milhão
Renan Arruda (PCO) R$ 481 mil
Leila do Vôlei (PDT) R$ 471 mil
Leandro Grass (PV) R$ 205 mil
Teodoro da Cruz Téo (PCB) R$ 25 mil
Robson (PSTU), Keka (PSol) e Coronel Moreno (PTB) não declararam nenhum bem.

Fonte correiobraziliense
você pode gostar também
×