Diferença da conta de luz será compensada automaticamente, diz Enel

Desde o final de março, muitos clientes tiveram a conta de energia faturada pela média do consumo dos últimos 12 meses ou por meio da autoleitura

Tempo estimado para leitura: 2 minuto(s)


Procon-SP anunciou na sexta-feira, 26, que vai fazer uma força-tarefa com especialistas do órgão para analisar as reclamações de consumidores sobre a alta no valor cobrado nas contas de energia elétrica. Segundo a instituição, a auditoria será feita em todas as contas com aumento acima de 30%. A Enel Distribuição São Paulo explica que a diferença, para mais ou para menos, entre o valor da conta faturada pela média e o real consumo de energia no período será compensada automaticamente, com a retomada da leitura pela distribuidora ou caso o cliente tenha realizado a autoleitura.

Desde o final de março, muitos clientes tiveram a conta de energia faturada pela média do consumo dos últimos 12 meses ou por meio da autoleitura. A medida foi autorizada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) em função do avanço do novo coronavírus e para contribuir com o isolamento social.

Em junho, a companhia retomou a leitura presencial de 80% dos medidores de energia dos clientes. Em julho, todos os equipamentos de voltarão a ser lidos normalmente pela distribuidora.

Em nota, a Enel Distribuição São Paulo acrescenta que está oferecendo a opção de parcelamento dos débitos com a companhia. Os clientes que desejarem podem parcelar em até oito vezes e as parcelas serão cobradas nas próprias faturas de energia ou em até 12 vezes no cartão de crédito. A entrada será a partir de 13% do valor total do débito.

Fonte exame
você pode gostar também