Filha de Ana Maria Braga diz por que usa fralda de pano na filha

A professora de ioga Mariana Maffeis, de 40 anos, filha primogênita de Ana Maria Braga, de 75, postou uma sequência de fotos das filhas caçulas, Maria, de 9, e Hima, de 4 meses, nessa segunda-feira (1º), para comemorar o aniversário da apresentadora. Um detalhe, no entanto, chamou a atenção dos internautas: a fralda de pano usada pela bebê. Em conversa exclusiva com a Quem, nesta terça (2), Mariana — que ainda é mãe de Joana, de 12, e Varuna, de 2 — explicou o porquê de não usar fraldas descartáveis.

“Sempre usei fraldas de pano, desde a Joana. Pratico a higiene natural infantil com meus filhos. Uso esse cinto de elástico para prender a fralda que uso dobrada de um jeito especial. É fralda de algodão tipo Cremer”, contou ela, acrescentando que Hima fica sem fralda durante a noite: “A continência fica bem alta e deixo sem [fralda]. De noite já não ponho fralda nela desde os dois meses.”

“A higiene natural nada mais é do que a gente se conectar com as necessidades do bebê no âmbito fisiológico também. Não só da alimentação, mas também dos dejetos que todos nós produzimos. Como nossa sociedade ocidental simplesmente põe uma fralda descartável, que essa é a maneira ‘prática’ que ela encontra… E isso impede que o bebê sinta o molhado porque absorve e seca, então vamos atrasando o processo de autoconhecimento fisiológico que todas as espécies têm”, explicou.

“E as fraldas permeáveis, de pano, permitem que a gente se conecte com isso. Além do bebê se conectar, os pais também sabem que o bebê está molhado. Todo pai e toda mãe consegue discernir quando seu bebê vai fazer cocô, porque ele faz uma forcinha, faz uma carinha diferente. Ela não usa fralda para fazer cocô desde que nasceu. Eu sempre a ponho para fazer em um baldinho, em um peniquinho”, acrescentou.

Após o nascimento de Varuna, em 2021, Mariana também falou sobre o uso das fraldas de pano para a Quem. “Uso fralda de pano no Varuna, assim como usei nas outras duas meninas. Faço isso por vários motivos. Se o bebê fizer xixi e se sentir molhado, ele tem consciência de que ele usa o esfíncter e fica molhado e não fica seco que nem a fralda química. Para mim é mais prático. Eu mesma lavo 2 vezes as fraldas. Gosto de ver os sinais do neném para colocá-lo para fazer cocô fora da fralda. Então são poucas as fraldas que sujam”, afirmou, na ocasião.

Para a filha de Ana Maria Braga, ser uma mãe green é um processo de vida. “Tem a ver com as nossas escolhas, com o que consumimos e de que forma, com o que pensamos da vida. Viemos aqui só para extrair nossas necessidades ou para deixar um lugar melhor para nossos filhos? Na realidade, pegamos emprestada a terra dos nossos filhos e netos. Temos que mudar esse paradigma de que precisamos saciar nossas necessidades. Precisamos cuidar para que os recursos naturais sejam garantidos para as gerações vindouras. Acho que isso é um ponto de partida para uma vida mais sustentável”, defendeu.

Mariana Maffeis, com as filhas Maria e Hima, e a mãe, Ana Maria Braga — Foto: Reprodução/Instagram
Mariana Maffeis, com as filhas Maria e Hima, e a mãe, Ana Maria Braga — Foto: Reprodução/Instagram
Mariana Maffeis, com as filhas Maria e Hima, e a mãe, Ana Maria Braga — Foto: Reprodução/Instagram
Mariana Maffeis, com as filhas Maria e Hima, e a mãe, Ana Maria Braga — Foto: Reprodução/Instagram
Mariana Maffeis, com as filhas Maria e Hima, e a mãe, Ana Maria Braga — Foto: Reprodução/Instagram
Mariana Maffeis, com as filhas Maria e Hima, e a mãe, Ana Maria Braga — Foto: Reprodução/Instagram
Banner825x120 Rodapé Matérias
Fonte revistaquem
você pode gostar também
×