Zanin dá prazo de 5 dias para Congresso se manifestar sobre desoneração

-- Publicidade --

O ministro Cristiano Zanin, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu, na noite de quinta-feira (16), um prazo de 5 dias para que o Congresso Nacional se manifeste sobre o pedido apresentado pela Advocacia-Geral da União (AGU) de suspensão, por 60 dias, da ação contra a prorrogação da desoneração da folha de pagamento para 17 setores da economia.

O magistrado consultou o Congresso Nacional sobre a possibilidade de Legislativo e Executivo chegarem a um acordo sobre o tema.

Zanin atendeu, parcialmente, a um pedido feito pela própria AGU, que havia obtido do ministro uma liminar suspendendo a lei aprovada pelo Congresso que prorrogou a desoneração da folha até 2027.

Também na noite de quinta, após se reunir com ministros e o líder do governo no Congresso, Randolfe Rodrigues (sem partido-AP), o presidente do Congresso Nacional, senador Rodrigo Pacheco (PSD-MG), disse que já há acordo com o governo em relação à desoneração da folha – e que ainda se busca um consenso para a desoneração da folha de municípios.

Segundo Pacheco, o projeto que já tramita na Casa sobre o tema deve ser votado nos próximos dias sob a relatoria do senador Jaques Wagner (PT-BA), líder do governo no Senado.

A prorrogação da desoneração da folha tem sido um ponto de atrito entre o Congresso, que defende a manutenção do benefício, e o governo, que luta para evitar medidas que piorem a arrecadação.

(Com Reuters)

Banner825x120 Rodapé Matérias
Fonte infomoney
você pode gostar também