Área plantada de algodão diminui 41% após fim da isenção no ICMS

Conab disse que apesar de clima favorável, produtores preferem cultivar algodão em estados vizinhos com incentivos fiscais. Soja teve crescimento no volume produzido.

Tempo estimado para leitura: 1 minuto(s)


A área plantada de algodão no Tocantins diminuiu 41,1% em um ano e chegou a 2,8 mil hectares, de acordo com a Companhia Nacional do Abastecimento (Conab). Segundo os especialistas, a principal causa da queda na produção é o fim da isenção no Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

-- Publicidade --

-- Publicidade --

A Conab destacou que mesmo com condições climáticas favoráveis, os agricultores preferem plantar algodão em estados vizinhos, que têm programas de incentivo fiscal. A Bahia, por exemplo, isenta 50% do ICMS do algodão e viu o número de plantações crescer nos últimos três anos.

A desistência dos produtores em cultivar algodão não significa que as lavouras estão ociosas. Muitos preferiram utilizar a terra para plantar produtos com taxas mais favoráveis e com bom valor de exportação, aproveitando a alta do dólar.

A área plantada de soja é recorde e a expectativa é de alta produtividade para a safra. A projeção é de um crescimento de 4,2% com relação ao ano passado, quando houve supersafra.

você pode gostar também
×