‘Temos de proteger a privacidade e a saúde mental das pessoas’, diz Mark Zuckerberg

Em entrevista ao Estado de S. Paulo, o fundador do Facebook disse que é preciso ser mais ativo e confrontar essas dúvidas sobre a utilização dos dados de usuários. “Precisamos manter a segurança e a integridade das nossas plataformas. Proteger a privacidade, a saúde mental e o bem-estar das pessoas”

Tempo estimado para leitura: 1 minuto(s)


O fundador e presidente executivo do Facebook, Mark Zuckerberg, concedeu entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo e defendeu a rede social proteja a privacidade dos seus usuários.

“Precisamos ser mais ativos e confrontar essas dúvidas. Muito do que vimos nos últimos dois anos é que precisamos acompanhar certos aspectos sociais. Precisamos manter a segurança e a integridade das nossas plataformas. Proteger a privacidade, a saúde mental e o bem-estar das pessoas”, disse Zuckerberg, ao ser questionado sobre o que o Facebook pode fazer para pelas pessoas que não entendem o que é feito com seus dados ou não fazem um uso responsável das plataformas.

-- Publicidade --

-- Publicidade --

“São questões que trabalhamos há algum tempo, mas que não eram centrais nos produtos, porque achávamos que não era para isso que elas estavam usando os aplicativos. As pessoas queriam se conectar com seus amigos, não saber o que estávamos fazendo para moderar o conteúdo. Agora, porém, nossos serviços chegaram a uma escala na qual é importante que as pessoas entendam essas questões. Precisamos melhorar e fazer mais sobre isso”, afirmou.

Leia a entrevista na íntegra.

Fonte brasil247
você pode gostar também