Outra empresa comunica à Anatel desistência de lote arrematado em leilão do 5G

Seis meses após arrematar lote, Neko informou desistência; em novembro de 2021, Fly Link também apresentou pedido de desistência

Tempo estimado para leitura: 1 minuto(s)


Mais uma empresa que arrematou lote no leilão do 5G comunicou à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) a sua desistência.

Dessa vez foi a Neko Serviços de Comunicações Entretenimento, que em novembro de 2021 arrematou o lote J32, na faixa de 26 GHz, para atender o estado de São Paulo, com exceção de alguns municípios paulistas, com uma proposta de R$ 8,492 milhões.

-- Publicidade --

-- Publicidade --

“Informa-se que o assunto mencionado encontra-se em análise nas áreas técnicas da Agência. Após a instrução, o processo será enviado ao Conselho Diretor para deliberação”, informou por nota a Anatel.

A informação da desistência da Neko foi publicada pelo Portal Teletime e confirmada pelo Broadcast.

Ainda em novembro do ano passado, três dias após o leilão do 5G, a Fly Link apresentou pedido de desistência do lote arrematado. A empresa havia levado o H42 com uma outorga de R$ 900 mil, para operar na faixa de 26 GHz e atender cidades do Sul de Minas Gerais, municípios de Goiás, de São Paulo e a cidade de Paranaíba, no estado de Mato Grosso do Sul.

Na faixa de 26 GHz, as empresas devem prover com 5G redes empresariais em setores como da Indústria, Mineração, Logística e Agronegócio. Quem arrematou lotes na faixa tem como compromisso a implementação de projetos de conectividade nas escolas.

Fonte cnnbrasil
você pode gostar também