Amazonia-1, satélite 100% brasileiro, é lançado com sucesso na Índia

Tempo estimado para leitura: 2 minuto(s)


Neste domingo (28) o Brasil se tornou um dos 20 países a lançar um satélite completamente nacional. Quem esteve acordado na madrugada pode acompanhar o lançamento do Amazonia-1 a partir do Centro de Lançamento Satish Dhawan Space Centre, em Sriharikota, na Índia sem nenhum imprevisto.

O satélite ficara ficará 752 km acima da superfície terrestre para monitorar desastres ambientais, reservatórios de água e regiões costeiras do Brasil. Foram 13 anos de desenvolvimento para o lançamento do satélite de 640 quilos, 2,5 metros de altura, seis quilômetros de fios e 14 mil conexões elétricas. Ele possui um imageador óptico de visada larga capaz de observar uma faixa de aproximadamente 850 km com 64 metros de resolução.

O Amazonia-1 é um satélite de órbita Sol síncrona (polar) e gerará imagens a cada cinco dias. Em situações específicas, ele pode fornecer dados de um ponto específico ainda mais rápido em apenas dois dias — útil para capturar imagens em locais cobertos por nuvens.

O projeto foi executado pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e coordenado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) em parceria com a Agência Espacial Brasileira (AEB). “O satélite será fundamental para o monitoramento da Amazônia e outros biomas no Brasil, além de inaugurar uma nova era para a indústria brasileira de satélites”, ressaltou Marco Pontes, ministro do MCTI.

Embora seja o primeiro completamente nacional, ele é o terceiro criado para o sensoriamento remoto do Brasil, junto com o CBERS-4 e o CBERS-4A. O equipamento integra a Missão Amazônia, que busca fornecer dados de sensoriamento remoto para monitorar especialmente a região amazônica. Segundo o MCTI, a Missão Amazônia ainda pretende lançar mais dois satélites, mas sem data definida.

Embora o Brasil tenha a base de Alcântara, no Maranhão, não tem um foguete capaz de lançar um satélite de tais dimensões. Por isso, o lançamento precisou ser feito em parceria com a Índia.

Veja no vídeo abaixo a transmissão completa do lançamento:

Fonte gizmodo
você pode gostar também