Aos 80 anos, Alexandre Garcia diz que não se vacinou contra a covid

Jornalista deu declaração em entrevista ao programa “Direto ao Ponto”, da Jovem Pan

Tempo estimado para leitura: 2 minuto(s)


O jornalista Alexandre Garcia disse nesta 3ª feira (5.put.2021), em entrevista ao programa Direto ao Ponto, da Jovem Pan, que não se vacinou contra a covid-19. O comunicador tem 80 anos.

Depois de dizer que não existe “consenso científico”, Garcia classificou as vacinas contra a covid como “experimentais”. Disse não acreditar que a redução no número de mortes pela doença é devido ao avanço da vacinação. Para ele, “as mortes estão caindo porque as pessoas estão cada vez mais com anticorpos”.

-- Publicidade --

-- Publicidade --

Na entrevista, repercutiu também sua demissão da CNN Brasil. Definiu como irônico não poder emitir “opinião” em um quadro chamado Liberdade de Opinião.

Ele foi desligado da emissora por reiterar a defesa do tratamento precoce com o uso de medicamentos sem eficácia comprovada. Em nota, a CNN Brasil afirmou que “reforça seu compromisso com os fatos e a pluralidade de opiniões”, mas ressaltou seu compromisso com a ciência.

Em relação aos seus vídeos retirados do ar pelo Youtube por divulgação de conteúdo sem comprovação, o comunicador afirmou lamentar. Disse ver “todos os dias” resultados do tratamento precoce por meio dos pacientes da sua mulher, que é médica. “Ninguém foi hospitalizado até hoje. Ela já tratou um monte de gente. Dê três dias para se livrar da covid. Estou vendo os resultados, as pessoas agradecendo, ‘salvou minha vida’”.

Sobre sua saída da Globo, em 2018, o jornalista disse que não pediu demissão, mas foi dispensado pela emissora. “Eu não saí da Globo, a Globo é que quis que eu saísse”, disse. “Mas eu saí na hora certa”.

Crescimento depois de demissão

Garcia teve um grande salto de popularidade em seu canal no YouTube nas últimas semanas. Desde que foi demitido da CNN Brasil, sua página na plataforma cresceu vertiginosamente.

Antes de ser demitido, o jornalista tinha cerca de 1,98 milhão de inscritos na plataforma de vídeos do Google. Na última 6ª feira (1.out.2021), uma semana depois, esse número estava em 2,21 milhões – alta de mais de 10%.

Fonte poder360
você pode gostar também