PSB afirma ser oposição a Carlesse e Cinthia, após compor novo diretório estadual

Presidente estadual, Carlos Amastha volta a criticar o governo estadual por não ter um projeto de gestão capaz de gerar um desenvolvimento social e econômico real para o Tocantins.

Tempo estimado para leitura: 2 minuto(s)


O ex-prefeito de Palmas, Carlos Amastha, que é vice-presidente nacional do PSB e diretor de Pesquisas e Informações da Fundação João Mangabeira, continua a exercer a presidência estadual do partido no Tocantins. Na vice-presidência do diretório está o deputado estadual Ricardo Ayres, enquanto o vereador da Capital, Tiago Andrino, ocupa a secretaria geral.

Com a presença de várias lideranças municipais e estaduais, foi apresentado na noite desta quarta-feira, 21, o novo diretório estadual do PSB no Tocantins. A noite foi marcada também por um debate sobre modelos de gestão de PSB e as eleições de 2020/2022.

-- Publicidade --

-- Publicidade --

Na ocasião, Carlos Amastha voltou a criticar o atual governo estadual por não ter e sequer apresentar aos tocantinenses um projeto de gestão capaz de gerar um desenvolvimento social e econômico real para o Tocantins. “Na prática nada se tem feito para mudar a realidade do nosso estado”, disse.

Mais críticas

Sobre a atual administração municipal na Capital, Amastha também pontuou a indignação do partido. “Temos um legado fantástico do PSB, com o apoio de vários companheiros, que foi gestão da prefeitura de Palmas. A cidade ocupava o primeiro lugar na educação, na juventude, no esporte, na qualidade de vida e em tantas outras áreas com as diversas iniciativas e projetos que eram colocados em prática. Fizemos história, afinal tudo era prioridade” disse ele.

Amastha disse que que muitos projetos não tiverem continuidade pela falta de compromisso com Palmas e o legado da gestão feita a quatro mãos”. “Somos, sim, oposição ao governo estadual e municipal da Capital. Não podemos deixar que o Tocantins e Palmas retrocedam”, finalizou.

Já Tiago Andrino falou que a ideia do partido é ampliar número, bem como a qualidade de quadros. “Estamos trabalhando em uma agenda e vamos percorrer os municípios tocantinenses colocando em prática um grande projeto de economia criativa capaz de mudar a vida das pessoas”, antecipou.

Fonte t1noticias
você pode gostar também