Nos 3 anos de sua renúncia, Amastha diz nas redes sociais que deixar Palmas para Cinthia foi “o maior erro” de sua vida

Tempo estimado para leitura: 2 minuto(s)


Neste sábado, 2, completa três anos que o ex-prefeito Carlos Amastha (PSB) renunciou ao mandato para entregar o comando da Capital à então vice-prefeita Cinthia Ribeiro (PSDB). “Foi o maior erro da minha vida”, definiu Amastha em vídeo postando nesta manhã no Facebook. O ex-prefeito renunciou para disputar o governo do Tocantins, que perdeu duas vezes em 2018: na eleição suplementar, quando até ficou de fora do segundo turno, e nas eleições ordinárias de outubro.

Não tinha expectativa do ser humano

Na postagem, ele diz que “não tinha muita expectativa do ser humano [Cinthia] para quem estava deixando a prefeitura”. “Mas tinha certeza que deixava uma equipe fantástica, que deixava projetos e que deixava muito dinheiro para executar todas as obras, e que ela [Cinthia] daria andamento. Não tinha porque destruir tudo que estava sendo construído, a melhor saúde do Brasil, a melhor educação, com turismo, esporte, lazer, juventude, etc, etc”, afirma Amastha no vídeo.

“Perdão, Palmas”

O ex-prefeito então conclui: “Infelizmente, tudo destruído. Perdão, Palmas. Nunca teria feito isso intencionalmente. A gente erra, errei feio, e já pedi perdão. E vamos retomar, né, gente”, avisou.

Em 4º lugar

Nas eleições municipais de novembro, Amastha apoiou a candidatura a prefeito de Tiago Andrino (PSB), que ficou em quarto lugar, com 12,31% dos votos.

Assista o vídeo de Amastha:

Fonte tocantinsnoticias
você pode gostar também