Ministro Luiz Fux é eleito, por 10 votos a 1, novo presidente do STF

Eleição é simbólica, pois rito da presidência da Corte obedece a rodízio. Rosa Weber será a vice-presidente, e a posse de ambos será em 10 de setembro

Tempo estimado para leitura: 2 minuto(s)


O ministro Luiz Fux foi eleito nesta quinta-feira (25), por 10 votos a 1, o novo presidente do STF (Supremo Tribunal Federal) para o biênio 2020-2022. Também escolhida com 10 votos a 1, a ministra Rosa Weber será a vice-presidente da Corte.

O pleito estava marcado inicialmente para 12 de agosto, no entanto, foi antecipado para facilitar o processo de transição na Corte em função da pandemia do novo coronavírus. A votação foi virtual.

A escolha é simbólica, uma vez que o rito da presidência da Corte obedece a um rodízio. A posse, de Fux e Weber, ocorrerá em 10 de setembro. Fux e Weber estão no STF desde 2011 e ambos foram indicados pela então presidente Dilma Rousseff (PT).

Luiz Fux

Fux nasceu em 26 de abril de 1953 no Rio de Janeiro. É doutor em Direito Processual Civil pela UERJ (Universidade Estadual do Rio de Janeiro), onde também atuou como professor.

O novo presidente do STF também já lecionou, como convidado, na UCP (Universidade Católica de Petrópolis), PUC-RS (Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul), UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul) e Cyrus R. Vance Center for Internacional Justice, em New York (EUA), além de ter atuado como chefe do departamento de direito processual da UERJ.

Rosa Weber é eleita vice-presidente do Supremo Tribunal Federal
Carlos Moura/SCO/STF – 24.10.2019

Rosa Weber

Weber nasceu em 2 de outubro de 1948 em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. É formada em direito pela UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul) – desenvolveu boa parte de sua carreira na instituição.

Entrou para a magistratura em 1975. Em 1991, foi juíza do Tribunal Regional do Trabalho. Weber foi a primeira juíza do trabalho e a certeira mulher ministra do STF.

Fonte r7
você pode gostar também