Membros do governo temem ações de Moraes contra Bolsonaro após Lula assumir

Um dos interlocutores do presidente disse que está "claro" que Alexandre de Moraes manteve o inquérito das fake news para usar como pretexto para uma possível ação

Tempo estimado para leitura: 1 minuto(s)


Ministros, integrantes do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) e interlocutores de Jair Bolsonaro (PL) ouvidos pela CNN sob reserva, temem uma possível “manobra” do Poder Judiciário para prender o presidente. Eles, no entanto, não deixam claro por quais crimes o presidente poderia ser punido.

Um dos interlocutores do presidente disse que está “claro” que o ministro Alexandre de Moraes manteve o inquérito das fake news até hoje para usar como pretexto para uma possível ação contra Bolsonaro.

-- Publicidade --

-- Publicidade --

Além disso, essa mesma fonte questiona a razão de o ministro do STF Luís Roberto Barroso ter decidido prorrogar por 60 dias a apuração da CPI da Pandemia. A investigação foi uma das que mais afetaram politicamente o governo Bolsonaro

Outro ministro do governo disse que, após a posse do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) “serão criadas narrativas contra o presidente Jair Bolsonaro”.

Este ministro usa como exemplo o fato de parlamentares terem suas redes sociais bloqueadas após questionarem a lisura do processo eleitoral. Esta decisão, do ministro Alexandre de Morais, foi revertida nesta quinta feira para alguns dos políticos que haviam sido afetados.

Fonte cnnbrasil
você pode gostar também
×