Lula diz que todos militares que participaram de ataques golpistas serão punidos: ‘Não importa a patente’

Presidente da República concedeu entrevista exclusiva a Natuza Nery, da GloboNews. Presidente também disse que é necessário 'não politizar' as Forças Armadas.

Tempo estimado para leitura: 2 minuto(s)


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou nesta quarta-feira (18) que todos os militares que participaram dos atos golpistas de 8 de janeiro, na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, serão punidos.

A declaração foi dada em entrevista exclusiva à jornalista Natuza Nery, da GloboNews.

-- Publicidade --

-- Publicidade --

“Todos que participaram do ato golpista serão punidos. Todos. Não importa a patente, não importa a força que ele participe”, disse o presidente.

 

Lula foi questionado sobre se está disposto a abrir um novo capítulo na relação com os militares, apesar dos ataques terroristas e dos acampamentos que ficaram em frente a quartéis-generais do Exército.

“Todos que a gente descobrir que participaram dos atos serão punidos. Terão que ser afastados das suas funções e vão responder perante a lei”, declarou Lula.

‘Não politizar’

 

Lula também disse que é preciso “não politizar as Forças Armadas”.

“O soldado, o coronel, o sargento, o tenente, o general, ele tem direito de voto, ele tem direito de escolher quem ele quiser para votar. Agora, como ele é um cargo de carreira, ele defende o estado brasileiro. Ele não é Exército do Lula, ele não é do Bolsonaro, não foi do Collor, não foi do Fernando Henrique Cardoso”, afirmou o presidente.

O presidente acrescentou que as instituições não precisam ter partido nem candidato.

“A Suprema Corte não é do Lula. Sabe? Essas instituições que dão garantia a esse país não precisam ter partido e não precisam ter candidato, eles têm que defender o estado brasileiro e defender a Constituição. E eu quero conversar com eles abertamente. Sabe? Porque, da mesma forma que eu escolhi eles, quando eu escolhi, teve critério para escolher”, completou Lula.

Fonte globo
você pode gostar também
×