Jairo e Wanderley os “Pupilos do Senado”

Tempo estimado para leitura: 2 minuto(s)


Nas últimas legislaturas, a região do Bico do Papagaio tem assistido a diminuição de sua representatividade nas casas legislativas, tanto na estadual, quanto na federal. Para se ter uma ideia, a região já chegou a contar em uma mesma legislatura, com 3 dos 8 federais e 5 estaduais. Hoje, não conta com nenhum federal e apenas 3 estaduais.

O número de candidatos de várias outras regiões, cresce na atuação por busca de votos no Bico, e os candidatos locais, não tem conseguido fazer frente.

-- Publicidade --

-- Publicidade --

Para 2022, além da boa condição de reeleição para Amélio Cayres (SD), Fabion Gomes (PL) e Jair Farias (MS), este último pode ir a federal, outros dois nomes tem despontado nos bastidores, como pré-candidatos de forte potencial, que somados a tendência de reeleição dos atuais, podem aumentar a representatividade do Bico do Papagaio, pelo menos na Assembleia Legislativa. Os dois personagens são: Wanderley Milhomem (PSD) e Jairo Ribeiro (MDB), considerados os “Pupilos do Senado”, no meio político.

O termo, “Pupilos do Senado” foi dado pelo explícito fato de ambos serem apadrinhados por dois senadores, Eduardo Gomes (MDB) e Irajá Abreu (PSD). Nem Jairo, nem Wanderley, escondem que terão o apoio aberto e irrestrito dos senadores. Gomes trabalha por Jairo e Irajá por Wanderley.

Líderes, vereadores e prefeitos, comentam nos bastidores, que tanto Jairo, quanto Wanderley, tem os procurado e deixado claro, que são candidatos da cota pessoal dos senadores, e estariam dentro da prioridade de apoio.

Esses mesmos líderes, afirmam também, que a dupla, já atua diretamente nos gabinetes dos dois senadores em Brasília, garimpando apoios ao projeto eleitoral de 2022.

Fonte folhadobico
você pode gostar também