Governo também pretende cortar despesas com custeio da máquina pública

Tempo estimado para leitura: 1 minuto(s)


As despesas com custeio também estão na mira do Governo do Estado, que anunciou que as secretarias estaduais foram reduzidas de 23 para apenas 11 secretarias. Por outro lado, haverá a criação de diversas agências, como a de Desenvolvimento e Turismo, Cultura e Economia Criativa, Mineração e Tecnologia da Informação, visando desenvolver ferramentas para otimizar a capacidade de atendimento ao público.

O Governo também pretende reduzir os contratos de aluguéis e agrupar unidades, preferencialmente em prédios próprios ou cedidos, sem custos para o estado; reduzir a quantidade de carros locados; implantar sistema de monitoramento de transportes e combustíveis com cotas específicas conforme o uso do veículo.

-- Publicidade --

-- Publicidade --

Outra área atacada serão os contratos de consultorias e serviços especializados, que serão suspensos, além da redução no consumo de água, energia e material de expediente. Viagens e diárias devem passar por uma drástica redução, assim como as despesas com reprodução de cópias e similares. O Governo também pretende renegociar contratos de fornecedores e promete suspender despesas com buffet.

Fonte FolhadaCapital
você pode gostar também