Governo Lula criará Ministério da Gestão e terá cerca de 35 pastas, diz Rui Costa

Tempo estimado para leitura: 1 minuto(s)


BRASÍLIA (Reuters) – O futuro ministro da Casa Civil, Rui Costa, disse nesta segunda-feira que o próximo governo terá em torno de 35 ministérios, incluindo uma nova pasta de Gestão que cuidará da administração da máquina pública, enquanto o Ministério do Planejamento ficará encarregado do Orçamento e do plano plurianual.

“A pasta de Planejamento cuida de Orçamento, plano plurianual e afins. O Ministério da Gestão fará toda a gestão, governo digital, gestão da máquina pública”, disse Rui Costa, que foi indicado na sexta-feira pelo presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva para ser ministro da Casa Civil.

-- Publicidade --

-- Publicidade --

Nessa reformulação da área econômica, o atual Ministério da Economia será dividido em quatro pastas: Fazenda, que ficará com Fernando Haddad; Desenvolvimento, Indústria e Comércio (MDIC); Planejamento e Gestão.

O Ministério da Fazenda ficará com a gestão dos bancos públicos — com exceção do BNDES, como já tinha anunciado Aloizio Mercante, coordenador técnico da transição e cotado para ser o futuro presidente do banco. O banco de fomento ficará sob o MDIC.

Segundo Rui Costa, na terça-feira haverá o encerramento dos grupos de trabalho e então será anunciada a formatação final do futuro governo.

Fonte istoe
você pode gostar também
×