Em TV, Dimas diz que errou ao apoiar Carlesse em 2018 e que ex-governador nunca cumpriu compromissos com Araguaína

Tempo estimado para leitura: 1 minuto(s)


O pré-candidato a governador pelo PL, Ronaldo Dimas, reconheceu que errou ao apoiar o ex-governador Mauro Carlesse (Agir) nas eleições de 2018. Ele disse em entrevista nessa segunda-feira, 23, ao programa “A Voz do Povo”, da Rede TV de Araguaína, que acreditava que o Tocantins estaria escolhendo “uma pessoa muito rica e sem interesse em fazer qualquer mal aos cofres públicos e um empresário com experiência para fazer as ações necessárias”. “Infelizmente isso não se confirmou. Seguimos precisando de gestão”, defendeu.

Nunca cumpriu compromissos

-- Publicidade --

-- Publicidade --

Dimas ainda disse que Carlesse nunca cumpriu os compromissos com Araguaína, em relação a espaço dentro da administração e de repasse financeiro de R$ 50 milhões em convênios para obras. “Por outro lado, ficou claro que a intenção dele não era fazer o bem do Tocantins. Ficar fora disso acabou sendo um alívio”, avaliou o pré-candidato do PL, ao se referir às acusações que pesam contra o ex-gestor.

Serve de estágio

Ele garantiu no programa que vai concluir o Hospital Regional de Araguaína e afirmou que, em suas gestões à frente da Prefeitura de Araguaína, a saúde pública municipal “teve um enorme salto de qualidade”. “O que fizemos aqui serve como um estágio do que vamos fazer no Estado”, garantiu Dimas.

Fonte clebertoledo
você pode gostar também