Copa do Mundo desperta paixões na Índia, onde Pelé e Maradona são venerados

De Bengala, no leste do país, a Kerala, no sul, a paixão pela Copa do Mundo é enorme

Tempo estimado para leitura: 2 minuto(s)


Pinturas de Mbappé e Neymar, além de figuras gigantescas de Messi e Cristiano Ronaldo são uma prova da empolgação com a qual os torcedores de futebol na Índia acompanham a Copa do Mundo, uma nação ancorada no críquete, mas onde as memórias de Maradona e Pelé despertam paixões.

De Bengala, no leste do país, a Kerala, no sul, o fervor pela Copa do Mundo vem aumentando nas últimas semanas entre a população indiana, que tem duas seleções como favoritas: Brasil e Argentina.

– Sempre houve fanáticos por futebol em Kerala. Eles apoiam o Brasil desde que Pelé ganhou a sua primeira Copa do Mundo, e também são muito apaixonados pela Argentina desde a Copa de 1986, com Maradona – disse à Agência EFE o jornalista esportivo indiano Leslie Xavier.

-- Publicidade --

-- Publicidade --

As camisas das seleções brasileira e argentina lotam as ruas da região sempre que é disputada a Copa do Mundo, e a sua paixão desenfreada às vezes acaba em brigas, como a que ocorreu no fim de semana passado entre dezenas de torcedores durante uma celebração pelo início da competição no Qatar.

As redes sociais também são testemunhas desta batalha midiática: há vários perfis de torcidas organizadas e fã-clubes de ambas as equipes com fotografias e vídeos de indianos apoiando os jogadores.

No entanto, os sucessos recentes e o surgimento de estrelas nas equipes da Europa têm resultado em uma crescente torcida por seleções europeias, disse Xavier.

Este fervor nem sempre é compreendido no país, dado o papel minoritário do futebol e outros esportes na Índia, onde o críquete é quase uma religião. Sendo assim, a Copa do Mundo “é a única forma de as pessoas poderem se conectar diretamente ao futebol”, explicou o jornalista.

Bengala é também o lar de uma grande comunidade de fãs de futebol, com os rostos de estrelas como Neymar e Mbappé pintados nas ruas da capital, Calcutá.

Na mesma cidade, uma loja de doces começou a fazer produtos relacionados com a Copa do Mundo, como um pequeno bolo decorado com as bandeiras das 32 seleções participantes no torneio e as figuras de Cristiano Ronaldo e Messi rodeando a taça.

Fonte lance
você pode gostar também
×