Bolsonaro tem confusão com youtuber e faz motociata; Lula faz comício em MG

Presidente foi provocado por youtuber e tentou pegar celular do rapaz em Brasília; Lula fez comício em Belo Horizonte

Tempo estimado para leitura: 3 minuto(s)


Jair Bolsonaro fez campanha em São José dos Campos, no interior de São Paulo depois de se envolver em uma confusão com um youtuber na saída do Palácio da Alvorada, em Brasília.

-- Publicidade --

-- Publicidade --

Bolsonaro foi provocado por um youtuber que o chamou de “Tchutchuca do Centrão”, entre outros insultos. Bolsonaro tentou pegar o celular do rapaz.

O presidente e o youtuber conversaram depois, em uma tentativa de baixar a tensão.

Em São José Dos Campos, Jair Bolsonaro participou de eventos no parque tecnológico da cidade e fez uma motociata. Ele encerrou a agenda no lançamento da campanha de Tarcisio de Freitas ao governo de São Paulo com a presença de milhares de apoiadores.

No discurso, Bolsonaro pediu que o eleitor compare o governo dele com o dos petistas. Em seguida, se encontrou com uma refugiada da Venezuela.

“O país mais rico do mundo em petróleo escolheram canalhas apoiados por lula para ser presidente lá, Chaves e Maduro. Transformou o país numa miséria”, disse.

Já está certo que o presidente vai participar do desfile militar em Brasília e de um ato cívico na praia de Copacabana, no Rio, no dia 7 de setembro. A expectativa é de que o discurso seja voltado para os programas de governo dele, sem ataques ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Lula em BH

Lula foi para Belo Horizonte onde fará um comício esta noite como parte da estratégia de reforçar a campanha no segundo maior colégio eleitoral do país. Minas Gerais é considerado estratégico pelo comando da campanha do PT. O estado é um dos poucos em que as pesquisas não apontam ainda uma tendência consolidada na disputa ao Planalto.  A última vez em que um presidente foi eleito sem ganhar em minas foi em 1950, com Getúlio Vargas.

O PT precisa de um palanque forte em Minas e um dos objetivos do comício é usar a popularidade de Lula para tentar alavancar a candidatura de Alexandre Kalil. O ex-prefeito de Belo Horizonte concorre ao governo estadual e está em segundo nas pesquisas, atrás de Romeu Zema, que briga pela reeleição

Conselheiros de Lula recomendaram que ele pare de falar de religião para , segundo eles, não entrar no jogo de Bolsonaro. Avaliam que a resposta ao adversário, principalmente entre os eleitores evangélicos, é tarefa da campanha, não do candidato.

Uma das opções é entrar na Justiça, por exemplo, contra mensagens na internet de apoiadores do presidente que acusam o petista de querer fechar igrejas.

Ciro e Simone em SP

Ciro Gomes (PDT e Simone Tebet (MDB) fizeram campanha em São Paulo.

Em sabatina na Associação Comercial, Ciro Gomes disse que é preciso fazer um amplo debate com as empresas para viabilizar uma reforma tributária. Ciro defendeu ainda a renegociação das dívidas de empresas e consumidores para incentivar o consumo e gerar empregos.

Na Ordem dos Advogados do Brasil, Simone Tebet disse que se eleita vai propor o fim da reeleição. Segundo ela, a possibilidade de recondução ao cargo por mais um período facilita negociatas e escândalos de corrupção.

Fonte band
você pode gostar também
×