Após berro de Heleno, Toffoli tira segunda instância da pauta do STF

Tempo estimado para leitura: 2 minuto(s)


A decisão foi tomada um dia depois de o general Heleno ter defendido prisão perpétua para o ex-presidente Lula, que vem sendo mantido como preso político desde 7 de abril do ano passado. A condenação de Lula se tornou ainda mais absurda depois da comprovação de que seu processo foi fraudado pelo ex-juiz Sergio Moro e pelos procuradores da Lava Jato. Toffoli, no entanto, decidiu implantar a ‘assessoria’ de generais no STF.

247 – “O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, divulgou neste sábado (15) a pauta de julgamentos do plenário da Corte até novembro, sem previsão para as ações que tratam sobre a prisão em segunda instância. Conforme antecipou o Valor, após apuração com fontes próximas a Toffoli, o ministro avaliou que há questões de segurança envolvidas na inclusão desses processos em pauta, dado o momento político delicado do país – principalmente após as revelações do site ‘The Intercept Brasil'”, informa o jornal Valor Econômico.

-- Publicidade --

-- Publicidade --

A decisão foi tomada um dia depois de o general Heleno ter defendido prisão perpétua para o ex-presidente Lula, que vem sendo mantido como preso político desde 7 de abril do ano passado. A condenação de Lula se tornou ainda mais absurda depois da comprovação de que seu processo foi fraudado pelo ex-juiz Sergio Moro e pelos procuradores da Lava Jato. Toffoli, no entanto, decidiu implantar a ‘assessoria’ de generais no STF.

Fonte Brasil247
você pode gostar também
×