Deputados aprovam estatuto da Polícia Civil e lei que permite transferência de delegados pelo governo

Votação foi na noite desta quarta-feira (27). Medidas foram apontadas como tentativa de interferência política em investigações pela categoria.

Tempo estimado para leitura: 1 minuto(s)


Os deputados estaduais do Tocantins aprovaram na noite desta quarta-feira (27) projetos polêmicos relacionados a Polícia Civil no estado. O primeiro é o novo estatuto da PC, que determina procedimentos a serem adotados e punições aos delegados e agentes que desrespeitarem estas regras durante investigações.

-- Publicidade --

-- Publicidade --

O segundo foi o projeto de lei que autoriza o governo a transferir policiais de delegacia sem precisar apresentar critérios técnicos.

O estatuto foi aprovado com 19 votos a favor e três contra. Foram contrários os deputados Júnior Geo (PROS), Luana Ribeiro (PR) e Cláudia Lelis (PV).

Já o texto que trata das transferência teve 20 votos sim; uma abstenção, de Luana Ribeiro; e um voto não, de Júnior Geo.

Durante toda a tarde, sindicalistas estiveram presentes na AL para pressionar os parlamentares. Após a aprovação, eles realizaram um protesto e utilizando um caixão fizeram um ‘funeral’ simbólico da Polícia Civil.

Delegados usam ‘mordaça’ e protestam contra o Projeto de Lei — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

O governo sempre negou qualquer tentativa de interferência nas investigações. O Secretário de Segurança Pública, Cristiano Sampaio, disse várias vezes que se inspirou no manual de procedimentos da Polícia Federal.

Fonte G1 Tocantins
você pode gostar também