Metais: ouro fecha na maior queda em três semanas, com força do dólar

Na Comex, o ouro com entrega prevista para dezembro perdeu 1,30%, a US$ 1.634,2 por onça-troy

Tempo estimado para leitura: 1 minuto(s)


ouro estendeu as perdas de ontem nesta quarta-feira (19), pressionado pela valorização do dólar em meio à perspectiva de aperto monetário do Federal Reserve (Fed), o que também impulsionou os rendimentos dos Treasuries, que renovaram máximas em vários anos.

Na Comex, divisão para metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), o ouro com entrega prevista para dezembro perdeu 1,30%, a US$ 1.634,2 por onça-troy. Esse é o menor fechamento de contrato desde 26 de setembro, segundo o Factset.

-- Publicidade --

-- Publicidade --

De acordo com o economista da Oanda Edward Moya, “os touros de ouro continuam lambendo suas feridas, pois o comércio do dólar-1,08% rei não vai embora”. “Com os rendimentos do Tesouro subindo fortemente, o ouro está em apuros. Se o ouro quebrar abaixo do nível de US$ 1.620, pode ficar ainda mais feio para o metal”, analisa, em relatório enviado a clientes.

“O caminho de menor resistência para o ouro é para o lado negativo e isso dará origem a mais vendas técnicas”, disse Fawad Razaqzada, analista de mercado do City Index e FOREX.com. “Uma queda abaixo da mínima de setembro em US$ 1.615 parece muito provável agora, com US$ 1.600 sendo o próximo alvo para os ursos”,

*Com informações da Dow Jones Newswires

Fonte einvestidor
você pode gostar também
×