Mercado Intraday: Ibovespa e dólar abrem a semana em queda

Tempo estimado para leitura: 2 minuto(s)


A cautela verificada na semana passada se estende para o dia de hoje. A postura mais defensiva está ligada às preocupações dos investidores antes de novos sinais de política monetária do Federal Reserve, ao final da semana, no simpósio de Jackson Hole, nos Estados Unidos.

No evento, o presidente do Fed, Jerome Powell, deve falar na sexta-feira, mesmo dia da divulgação da inflação pelo índice PCE nos EUA. A pressão no Banco Central Europeu (BCE) também está no radar dos investidores. No início da tarde, as bolsas por lá fecharam, em sua maioria, em queda com alta de juros e custos e escassez de energia no radar. Entre as commodities, o petróleo perde quase 4%, em meio ao avanço das negociações pela retomada do acordo nuclear entre países desenvolvidos e o Irã. A China, por sua vez, estendeu racionamento de energia a fabricas, mas um corte de juros na madrugada pelo BC chinês deu fôlego às bolsas locais.

-- Publicidade --

-- Publicidade --

No Brasil, em dia de agenda econômica vazia, apenas com o relatório Focus como destaque, os investidores aguardam a divulgação do IPCA-15 de agosto na quarta-feira e os dados de emprego do Caged na quinta-feira. Para os mercados, o Ibovespa acompanha o movimento do exterior e tem um dia de realização de lucros. Perto das 14h30, o Ibovespa era negociado aos 110.545 pontos, com queda de 0,85%. O dólar operava em queda de 0,09%, sendo cotado aos R$ 5,16.

No âmbito corporativo, destaque para as ações da Americanas que sobem próximo de 20% no dia, após o anuncio da chegada de Sérgio Rial ao comando da companhia a partir de janeiro de 2023. O papel lidera as maiores altas do dia, seguido por Positivo e Hypera. Na ponta contraria, as ações de Petz, Locaweb e Embraer figuraram entre as maiores perdas da sessão de hoje.

Fonte einvestidor
você pode gostar também
×