Max Keiser, defensor do bitcoin, alerta sobre riscos do ETF à vista

Investing.com – Max Keiser, famoso defensor do bitcoin, alertou sobre os riscos do futuro fundo de investimento negociado em bolsa (ETF) da cripto à vista, previsto para ser autorizado em janeiro.

A expectativa de que a SEC, Comissão de Valores Mobiliários dos EUA, aprove as propostas de um ETF de bitcoin à vista impulsionou os mercados de criptomoedas nos últimos meses. Esses produtos de investimento poderiam facilitar a entrada das criptomoedas nas finanças tradicionais, elevando o preço do bitcoin a novos patamares em 2024. Porém, Keiser, um veterano do setor financeiro e defensor do bitcoin, apontou os possíveis perigos dessa integração.

Uma das preocupações de Keiser é a entrada e saída de dinheiro fiduciário nos ETFs. A SEC exigiu que as gestoras de ativos alterassem seus produtos para permitir o resgate de ETFs de bitcoin em moeda fiduciária. Max Keiser acha que isso pode criar uma versão fiduciária do bitcoin, reduzindo as vantagens do bitcoin no mercado tradicional.

Outra preocupação do defensor do bitcoin é a chance de a SEC, depois de aprovar o ETF, impor novas regras que afetem as condições de guarda do bitcoin. Keiser acredita que a agência reguladora pode limitar ou proibir o armazenamento autônomo do bitcoin. Isso pode restringir a capacidade dos investidores individuais de terem criptoativos sem intermediários.

Keiser propõe uma solução radical contra os possíveis riscos regulatórios Max Keiser propõe uma solução radical para evitar possíveis regras sobre o bitcoin: mudar-se para El Salvador, um país que adotou a criptomoeda como moeda legal. Keiser afirma que a adoção do bitcoin por El Salvador pode proteger os investidores de eventuais interferências dos EUA.

Banner825x120 Rodapé Matérias
Fonte investing
você pode gostar também
×