Biden pede que Trump ordene a multidão que se retire do Capitólio e que democracia avance

‘A esta hora, nossa democracia está sob um ataque sem precedentes. Diferente de tudo que vimos nos tempos modernos’, disse presidente eleito. ‘Peço ao presidente Trump que vá à televisão nacional agora, para cumprir seu juramento, defender a constituição e exigir o fim deste cerco. Isso não é um protesto; é uma insurreição. O mundo está assistindo’, acrescentou.

Tempo estimado para leitura: 1 minuto(s)


Em um pronunciamento, o presidente eleito dos Estados UnidosJoe Biden, disse que os acontecimentos desta quarta-feira “não refletem a verdadeira América e não representam quem nós somos”. Ele pediu ao presidente Donald Trump que vá a TV e ordene que os extremistas saiam do Capitólio, o Congresso americano.

“A esta hora, nossa democracia está sob um ataque sem precedentes. Diferente de tudo que vimos nos tempos modernos. Um ataque à cidadela da liberdade, o próprio Capitólio. Um ataque aos representantes do povo e à polícia do Capitólio, que jurou protegê-los. E os funcionários públicos que trabalham no coração de nossa República”, afirmou.

“O que estamos vendo é um pequeno número de extremistas dedicados à ilegalidade”, disse. “Essa desordem, esse caos – isso tem que acabar, agora”.

“Peço ao presidente Trump que vá à televisão nacional agora, para cumprir seu juramento, defender a constituição e exigir o fim deste cerco”, acrescentou. “Isso não é um protesto; é uma insurreição. O mundo está assistindo”, disse ainda.

Fonte globo
você pode gostar também