Putin concorrerá como candidato independente para novo mandato presidencial, dizem políticos russos

MOSCOU (Reuters) – Vladimir Putin concorrerá novamente à Presidência da Rússia como candidato independente com uma ampla base de apoio, informaram as agências de notícias russas neste sábado, citando seus apoiadores.

Um grupo de iniciativa formado por mais de 700 políticos e personalidades do mundo esportivo e cultural reuniu-se no sábado em Moscou e endossou por unanimidade a indicação de Putin como candidato independente, informaram as agências de notícias russas.

Putin, que está no poder como presidente ou primeiro-ministro há mais de duas décadas, anunciou que buscará outro mandato de seis anos em março do próximo ano, em uma eleição que se espera que ele ganhe com folga.

Putin não concorrerá como candidato do partido governista Rússia Unida (UR), apesar de contar com seu total apoio, mas como candidato independente, disse Andrei Turchak, uma autoridade sênior do partido UR, segundo a agência de notícias RIA.

“Mais de 3,5 milhões de membros e apoiadores do partido participarão ativamente da campanha eleitoral”, afirmou Turchak, segundo a RIA, observando que Putin foi um dos fundadores do Rússia Unida.

 

Sergei Mironov, um político sênior do partido Rússia Justa que apoia Putin, também afirmou, segundo a RIA, que Putin concorrerá como independente e que assinaturas seriam coletadas em seu apoio.

Para Putin, de 71 anos, a eleição é uma formalidade: com o apoio do Estado, da mídia estatal e quase nenhuma dissidência do público, ele certamente vencerá.

(Reportagem da Reuters)

Banner825x120 Rodapé Matérias
Fonte investing
você pode gostar também
×