Príncipe Harry e Meghan Markle são rebaixados no site oficial da família real em meio a divergências

Após o rei Charles 3º ter assumido o trono, o duque e a duquesa de Sussex caíram posições, e ficaram acima apenas do príncipe Andrew

Tempo estimado para leitura: 2 minuto(s)


príncipe Harry e Meghan Markle foram oficialmente rebaixados no site oficial da família real. As fotos do duque e da duquesa de Sussex foram empurradas para o fim da lista, e agora estão na parte inferior da página.

Enquanto eles ainda eram membros da família real, as páginas dedicadas ao casal estavam listadas logo abaixo das do príncipe William e Kate Middleton — que foram promovidos recentemente a príncipe e princesa de Gales, respectivamente.

-- Publicidade --

-- Publicidade --

Depois que deixaram as funções reais, em janeiro de 2020, o duque e a duquesa de Sussex foram posicionados abaixo da princesa Anne no site. Agora, após o rei Charles 3º ter assumido o trono, o casal caiu mais posições, e está acima apenas do príncipe Andrew, o último da lista e acusado de envolvimento em um escândalo de abuso sexual.

Desde o “Megxit”, a dupla raramente retornou da casa onde moram na Califórnia ao Reino Unido — até a morte da rainha Elizabeth 2ª, em 8 de setembro.

O rebaixamento deles é apenas a última confusão que o casal enfrentou nas últimas semanas.

Depois de voltar para o Reino Unido após a morte da avó, o duque de Sussex foi impedido de usar uniforme militar nas cerimônias — ao contrário do restante da família real.

Depois de muita análise, o novo monarca britânico permitiu que ele utilizasse a vestimenta para o funeral real, com uma condição: ele não poderia ter as iniciais da falecida avó no uniforme. O príncipe Harry teria ficado tão “com o coração partido” que quase optou por não usar a roupa, segundo o portal Page Six.

Além disso, Meghan e Harry foram aparentemente menosprezados no funeral da monarca, quando foram forçados a se sentar na segunda fila, em vez de na frente, com os outros integrantes da realeza.

* Estagiária do R7, sob supervisão de Fabíola Glenia. 

Fonte r7
você pode gostar também
×