Milei anuncia emissão de US$ 2,5 bilhões em instrumentos de dívida pública

Medida visa cobrir emissões com um período amortização inferior a 90 dias; decisão foi divulgada por meio de um comunicado oficial do governo

O governo da Argentina anunciou nesta segunda-feira, 18, a emissão de 2 trilhões de pesos (US$ 2,5 bilhões) em instrumentos de dívida pública para administrar suas obrigações de dívida de curto prazo, de acordo com um comunicado publicado no Diário Oficial. A medida visa cobrir emissões com um período amortização inferior a 90 dias. A decisão foi divulgada por meio de um comunicado oficial do governo. A emissão desses instrumentos de dívida ocorre em um momento em que se aguardam definições sobre os Leliq, um instrumento financeiro que o presidente Javier Milei tem discutido, mas ainda não foi tomada nenhuma decisão oficial a respeito. Essa medida busca garantir recursos para o pagamento de dívidas de curto prazo, proporcionando estabilidade financeira ao país. A emissão é uma estratégia para lidar com as obrigações financeiras imediatas. A Argentina enfrenta desafios econômicos significativos, como a alta inflação e a desvalorização da moeda. Nesse contexto, a emissão de dívida pública é uma forma de buscar recursos para cobrir as necessidades financeiras do governo. Ainda não há informações sobre como esses recursos serão utilizados ou quais serão as condições de pagamento. O governo argentino deverá fornecer mais detalhes nos próximos dias.

Banner825x120 Rodapé Matérias
Fonte jovempan
você pode gostar também
×