Polícia Civil em Alerta: Após várias tentativas de recebimento do PCCS, o Sinpol/TO realiza Assembleia e define ações da categoria

“Nos foi apresentado o percentual de 5% de reajuste salarial, o que não atende os anseios da categoria que está há 12 anos sem nenhum tipo de reajuste e com progressões em atraso e índice da previdência”. Lamentou

Tempo estimado para leitura: 2 minuto(s)


Após inúmeras tentativas para receber a contraproposta do Governo referente ao Plano de Cargos, Carreira e Subsídios (PCCS), o Sindicato dos Policiais Civis do Tocantins (SINPOL/TO) realizou na tarde desta terça-feira (11) a Assembleia Geral Extraordinária para deliberar importantes ações para a Policial Civil.

-- Publicidade --

-- Publicidade --

A presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Tocantins – SINPOL/TO, Suzi Francisca, ao lado da mesa diretora, iniciou a Assembleia contextualizando as tentativas de reuniões e recebimento da contraproposta. Suzi contou que após meses de negociações hoje, às 11h, recebemos a ligação do secretário, Wladimir Costa, para informar sobre a contraproposta apresentada pelo Comitê Gestor.

“Nos foi apresentado o percentual de 5% de reajuste salarial, o que não atende os anseios da categoria que está há 12 anos sem nenhum tipo de reajuste e com progressões em atraso e índice da previdência. A Polícia Civil teve um decréscimo de salário de 3% com o aumento da alíquota da previdência (de 11% para 14%). Ou seja, o reajuste de 5% oferecido à categoria não atende nem as progressões da categoria”, lamentou.

Após os debates, foi colocado para votação e deliberado

Continua depois da publicidade

  • 1- Que a categoria não aprova os 5% de reajuste proposto pelo governo;
  • 2 – Se apresentado outra proposta, que seja deliberado o reajuste linear para toda a categoria;
  • 3 – Todas as tratativas do governo serão diretamente com todos os representantes da Policia Civil do Tocantins;
    • 4 – A Assembleia Geral Extraordinária permanecerá aberta;

Continua depois da publicidade

  • 5 – A partir de hoje a Polícia Civil do Tocantins encontra-se em estado de alerta.

A presidente do SINPOL/TO finalizou sua fala parabenizando a união da categoria e agradecendo a presença de todos os Policiais Civis que se deslocaram para participar da Assembleia. “A vontade do sindicato era oferecer uma Assembleia presencial e hoje foi concretizado. Também foi possível trazer e tratar com clareza tudo o que está acontecendo”, contou Suzi.

Fonte agenciatocantins
você pode gostar também