MP denuncia 13 PMs por morte de jovens em Paraisópolis (SP)

Agentes agrediram as vítimas com cassetete, garrafas, bastões de ferro e gás de pimenta. Um dos policiais lançou um morteiro

Tempo estimado para leitura: 1 minuto(s)


Treze policiais militares foram denunciados por envolvimento na morte de jovens na dispersão de um baile funk em Paraisópolis, na zona sul de São Paulo, durante a chamada Operação Pancadão, em 1º de dezembro de 2019.

A Promotoria de Justiça do I Tribunal do Júri da Capital denunciou 12 deles por homicídio e o 13º por crime de colocar a vida alheia em perigo mediante explosão.

Na ocasião, os frequentadores da festa foram abordados com violência pelos denunciados. De acordo com a denúncia, os PMs agrediram os jovens com golpes de cassetete, garrafas, bastões de ferro e gás de pimenta. Um dos policiais lançou um morteiro contra a multidão.

Além da condenação, o MPSP pede que seja fixado um valor mínimo para reparação de danos materiais e morais.

Fonte r7
você pode gostar também