Limpar os utensílios de faxina é fundamental; entenda como fazer!

Confira quatro dicas para higienizar as ferramentas da maneira correta, preservar a sua função e evitar a contaminação cruzada nos ambientes

-- Publicidade --

Não é novidade que fazer faxina é fundamental para manter a limpeza e a organização da casa. Mas o que muita gente esquece é que os utensílios usados na atividade também devem ser limpos para preservar a sua função e higiene.

“Para uma limpeza eficiente, devemos partir do princípio que as ferramentas devem estar higienizadas, pois elas podem ser transmissores de bactérias”, diz Mônica Loureiro, influenciadora do lar, dona do perfil Marias Vem Comigo e parceira da Bettanin. Abaixo, confira algumas dicas sobre como esta limpeza deve ser feita:

1. Frequência

 

Segundo Mônica, alguns utensílios devem ser higienizados imediatamente após o uso, enquanto outros podem ser limpos semanalmente. Os panos, as esponjas e os mops, por exemplo, podem ser lavados e colocados para secar após o uso.

“Já com as vassouras, tiro o excesso de sujeira das cerdas diariamente e as lavo semanalmente”, afirma.

Panos, esponjas e mops podem ser lavados e colocados para secar logo depois do uso — Foto: Freepik / CreativeCommons
Panos, esponjas e mops podem ser lavados e colocados para secar logo depois do uso — Foto: Freepik / CreativeCommons

2. Utensílios próprios para cada ambiente

 

É de extrema importância que cada cômodo da casa tenha o seu próprio conjunto de ferramentas de limpeza a fim de evitar a contaminação cruzada. “A importância de higienizar os utensílios é para evitar a proliferação de bactérias, fungos e microorganismos e a contaminação do ambiente”, explica o diarista e influencer Tiago Haka.

Por exemplo, o pano usado para limpar o banheiro não pode ser reutilizado na faxina da cozinha. “Para evitar a contaminação cruzada, existem vassouras para cada tipo de piso (dos mais brutos aos delicados)”, completa Mônica.

3. Separe panos por cores

 

É importante separar os utensílios conforme os ambientes em que serão usados. Uma boa estratégia para os panos, por exemplo, é separá-los por cores para evitar a confusão — Foto: Freepik / @yanalya / CreativeCommons
É importante separar os utensílios conforme os ambientes em que serão usados. Uma boa estratégia para os panos, por exemplo, é separá-los por cores para evitar a confusão — Foto: Freepik / @yanalya / CreativeCommons

Para facilitar a organização e a rotina de limpeza, vale fazer a separação dos panos por cores. “É sempre importante lavá-los separados conforme o cômodo. Por exemplo, eu prefiro sempre lavar os de banheiro por último e, depois, ir lavando os de outros cômodos para não misturar. Separá-los por cores ajuda porque assim fica mais fácil identificar a qual ambiente pertencem”, diz Tiago.

4. Lembre-se de secar

 

Como a umidade favorece a proliferação de bactérias, é muito importante que utensílios como panos e esponjas sejam secos após a limpeza — Foto: Freepik / CreativeCommons
Como a umidade favorece a proliferação de bactérias, é muito importante que utensílios como panos e esponjas sejam secos após a limpeza — Foto: Freepik / CreativeCommons

Secar os materiais utilizados na limpeza da casa é muito importante, uma vez que a umidade favorece a proliferação de bactérias. “No caso das esponjas, alguns especialistas orientam descartar a bucha após o uso, mas, por outro lado, isso gera acúmulo de lixo. Então você pode higienizá-la com detergente e água sanitária e, depois da limpeza, deixá-la secando para evitar um acúmulo maior de microorganismos”, diz Tiago.

Com panos e mops, vale a mesma regra: higienize – neste caso, com detergente ou sabão em pó para os cabos e desinfetante para os tecidos –, retire o excesso de água e os deixe secando.

Banner825x120 Rodapé Matérias
Fonte revistacasaejardim
você pode gostar também