Ficou sabendo? Touro dourado será removido; privatização da Petrobras e big tech

Comissão de Proteção à Paisagem Urbana votou pela retirada do touro; B3 será multada.

Tempo estimado para leitura: 2 minuto(s)


Privatização da Petrobras faria pouca diferença com atuais regras de governança

-- Publicidade --

-- Publicidade --

A Petrobras (PETR4) poderá ser privatizada no futuro desde que seja de interesse da União, mas tal movimento faria pouca diferença em sua operação considerando suas atuais regras de governança, disse nesta terça-feira (23) o presidente da companhia, Joaquim Silva e Luna.

O executivo acrescentou ainda, em entrevista à TV Jovem Pan, que a redução do número de estatais é “uma tendência global“, e que a desestatização da Petrobras reduziria o recebimento de dividendos pelo governo.

“A modificação disso seria a redução daquilo que ela(União) recebe de dividendos e royalties, porque em termos de como ela trabalha a diferença é muito pequena”, disse o executivo.

“Ser uma empresa privada ou estatal, como ela funciona hoje, a diferença é muito pequena”, acrescentou.

“Ela (Petrobras) tem um sistema de governança e conformidade que dificilmente seria alterado. Poderia ser privatizada? Sim, essa é a tendência do mundo, diminuir as estatais”, adicionou.

O general da reserva confirmou ainda que o novo plano de negócios da estatal, que será divulgado na quinta-feira, manterá o seu foco no pré-sal.

Amazon e Apple são multadas em US$ 25 milhões

Deu ruim para as big techs! A Amazon (AMZO34) e a Apple (AAPL34) foram multadas em US$ 225 milhões por autoridades italianas.

As empresas teriam cooperado de maneira anticompetitiva na venda de produtos Apple e Bits. Um acordo feito em 2018 entre as empresas permitiria que apenas revendedores selecionados poderiam vender os seus produtos.

‘Touro dourado’ terá de ser removido, e B3 receberá multa

touro dourado precisará ser retirado da frente da B3, a bolsa de valores de São Paulo, localizada no centro da capital paulista. Foi o que decidiu a Comissão de Proteção à Paisagem Urbana (CPPU), que é o órgão ligado à Secretaria Municipal de Urbanismo e Licenciamento de São Paulo.

Após uma reunião realizada nesta terça-feira (23), os integrantes da comissão decidiram que a peça não tem licença para estar lá e ainda tem caráter de peça publicitária. A Bolsa ainda receberá uma multa por ter infringido os artigos 39 e 40 da Lei Cidade Limpa, já que os responsáveis não consultaram a CPPU para realizar a instalação.

Em reunião extraordinária, a CPPU decidiu por 5 votos a 4, além de uma abstenção, enviar a deliberação para a Suprefeitura da Sé para que a peça seja retirada.

Procurada, a Subprefeitura da Sé afirmou que ainda não recebeu a notificação para retirada e nem para calcular o valor da multa. A B3 foi contatada, mas não respondeu às perguntas até a publicação da reportagem.

*Com informações da Reuters e Agência Estado

Fonte investnews
você pode gostar também