Eduardo Cunha lança livro em Brasília sobre impeachment de Dilma

Bastidores da queda de Dilma

Tempo estimado para leitura: 4 minuto(s)


O ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha lançou nesta 4ª feira (9.jun.2021) em Brasília o livro “Tchau, querida: o diário do impeachment” publicado pela editora Matrix.

O evento foi realizado no espaço Pátio Galeria de Arte, no shopping Pátio Brasil, área central da capital. Segundo a livraria Leitura, 70 exemplares foram vendidos no local durante uma hora e meia.

Além de Cunha, a publicitária, filha dele e coautora do livro, Danielle Cunha, também estava presente. Ambos dedicaram mais minutos que os escritores habitualmente dispensam nas dedicatórias.

Nenhum nome forte do meio jurídico ou político compareceu no lançamento. Entretanto, uma fila grande de pessoas se formou, entre conhecidos e curiosos atraídos pela presença do politico que comandou o impeachment da ex-presidente Dilma Roussef.

O lançamento em Brasília já é com exemplares da 2ª edição. A obra já está indo para a 3ª, de acordo com Cunha. Cada edição tem 10.000 exemplares.

SOBRE O LIVRO

obra apresenta, sob o ponto de vista do autor, histórias sobre os bastidores e as ações que desencadearam o impeachment de Dilma, em 2016. Eis a sinopse:

Quando detalhes de uma conversa telefônica grampeada entre Lula e Dilma vieram a público em março de 2016, a frase de despedida de Lula não só virou meme como trouxe um vaticínio: “Tchau, querida”. Semanas depois, em 17 de abril ela iria se tornar realidade e marcar a história política brasileira. Nessa data, 367 deputados votaram a favor da abertura do processo de impeachment de Dilma Rousseff. Festa para a maior parte da população, que se mobilizara aos milhões nas ruas pela saída da então presidente.

No centro da votação, um nome teve papel decisivo: o do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha, que conhece como poucos as engrenagens da casa, seu regimento e interpreta muito bem os movimentos da política. Nesta obra, ele relata os bastidores dessa história, as pressões e os interesses para se abrir ou não o processo de afastamento de Dilma, e o cabo de guerra envolvendo duas outras figuras emblemáticas do cenário político: Lula e Michel Temer, um querendo manter o PT no poder, o outro querendo seu lugar. A corda desse cabo de guerra logicamente era o próprio Cunha. E as conversas com o ex-presidente e o então vice, narradas por Cunha, são imperdíveis.

Reuniões com diversos outros atores políticos são apresentadas em minúcias. Cunha expõe as decisões erradas de Dilma, o fogo amigo de políticos aliados e até as consequências em 2016 do apoio do PT ao impeachment de Fernando Collor em 1992. Aponta ainda a causa mortis do governo Dilma, mostrando como ela, além de se enterrar, acabou também enterrando juntos, naquele momento, Lula e o PT. Ao final, elenca diversas propostas para mudar o sistema político do país. Um livro indispensável para entender as entranhas do poder.

Veja fotos do evento, registradas pelo repórter fotográfico do Poder360, Sérgio Lima:

Eduardo Cunha e Danielle Cunha, participam de noite de autógrafos sobre o livro “Tchau, querida: o diário do impeachment”, na espaço Pátio Galeria de Arte. Cunha narra conversas com os ex-presidentes Lula e Michel Temer. Também fala sobre o impeachment de Dilma, em 2016, quando era presidente da Câmara. Sérgio Lima/Poder360 09.06.2021
Eduardo Cunha e Danielle Cunha, participam de noite de autógrafos sobre o livro “Tchau, querida: o diário do impeachment”, na espaço Pátio Galeria de Arte. Cunha narra conversas com os ex-presidentes Lula e Michel Temer. Também fala sobre o impeachment de Dilma, em 2016, quando era presidente da Câmara. Sérgio Lima/Poder360 09.06.2021
Eduardo Cunha e Danielle Cunha, participam de noite de autógrafos sobre o livro “Tchau, querida: o diário do impeachment”, na espaço Pátio Galeria de Arte. Cunha narra conversas com os ex-presidentes Lula e Michel Temer. Também fala sobre o impeachment de Dilma, em 2016, quando era presidente da Câmara. Sérgio Lima/Poder360 09.06.2021
Eduardo Cunha e Danielle Cunha, participam de noite de autógrafos sobre o livro “Tchau, querida: o diário do impeachment”, na espaço Pátio Galeria de Arte. Cunha narra conversas com os ex-presidentes Lula e Michel Temer. Também fala sobre o impeachment de Dilma, em 2016, quando era presidente da Câmara. Sérgio Lima/Poder360 09.06.2021
Eduardo Cunha e Danielle Cunha, participam de noite de autógrafos sobre o livro “Tchau, querida: o diário do impeachment”, na espaço Pátio Galeria de Arte. Cunha narra conversas com os ex-presidentes Lula e Michel Temer. Também fala sobre o impeachment de Dilma, em 2016, quando era presidente da Câmara. Sérgio Lima/Poder360 09.06.2021
Eduardo Cunha e Danielle Cunha, participam de noite de autógrafos sobre o livro “Tchau, querida: o diário do impeachment”, na espaço Pátio Galeria de Arte. Cunha narra conversas com os ex-presidentes Lula e Michel Temer. Também fala sobre o impeachment de Dilma, em 2016, quando era presidente da Câmara. Sérgio Lima/Poder360 09.06.2021
você pode gostar também