Sistema do Recenseamento Previdenciário será disponibilizado em fevereiro, para fins de Regularização

Tempo estimado para leitura: 2 minuto(s)


O Instituto de Gestão Previdenciária do Estado do Tocantins (Igeprev-TO) disponibilizará a partir do mês de fevereiro o sistema para Regularização do Recenseamento Previdenciário, exclusivamente para os segurados, beneficiários, aposentados e pensionistas civis e militares, que não fizeram o procedimento em 2022.

A Regularização é destinada apenas para os que não realizaram o Recenseamento, ou têm alguma pendência documental. O procedimento para os que precisam regularizar sua situação cadastral será disponibilizado por meio do Aplicativo Meu RPPS e de um link disponível no site do Instituto. Mais de 14% dos segurados ativos e inativos não realizaram o Recenseamento, que é de caráter obrigatório.

-- Publicidade --

-- Publicidade --

Os segurados ativos, inativos e pensionistas, vinculados ao Regime Próprio de Previdência Social (RPPS Tocantins), bem como os militares ativos e inativos e pensionistas militares, amparados pelo Sistema de Proteção Social dos Militares, que têm pendências documentais e/ou não realizaram o procedimento, poderão regularizar sua situação referente ao Recenseamento, de duas formas.

Para os que estão com pendências de algum documento, estes devem enviar novos documentos para o e-mail [email protected], para regularizar sua situação cadastral. Já os que não realizaram o Recenseamento Previdenciário, sendo segurados ou beneficiários, devem acessar o aplicativo Meu RPPS ou o link que será disponibilizado no site do Igeprev, a partir do mês de fevereiro.

“É importante todos ficarem atentos ao novo período para Regularização. Mais de 5 mil segurados e beneficiários não concluíram ou não fizeram o Recenseamento. Quem não fizer o Recenseamento após 30 dias da disponibilização do sistema, terá o pagamento suspenso”, lembra o presidente do Igeprev, Sharlles Fernando Bezerra Lima.

Mais informações no 0800-647-0747 ou no site do Instituto, na aba Recenseamento Previdenciário.

você pode gostar também
×