Hospitais e clínicas do Tocantins aprovam mudanças no plano de saúde, afirma sindicato

Tempo estimado para leitura: 2 minuto(s)


As mudanças no plano de saúde dos servidores públicos do Tocantins foram recebidas com entusiasmo pelo Sindicato dos Hospitais e Estabelecimentos de Saúde do Tocantins (SINDESSTO). O Plansaúde passa a ser chamado de ‘Servir’ e será administrado por uma nova operadora. Também serão ofertados novos serviços aos usuários como a telemedicina, sem nenhum custo adicional para os servidores.

Conforme nota divulgada pelo Sindicato dos Hospitais do Tocantins, a troca da operadora do plano já era uma solicitação feita pela entidade desde o ano de 2019.

-- Publicidade --

-- Publicidade --

“A antiga operadora apresentava erros na condução do sistema, com dificuldades no reconhecimento de procedimento e guias enviadas, acarretando prejuízo aos prestadores, cada vez maiores”, disse o presidente do SINDESSTO, Thiago Figueiredo.

A empresa Infoway deixa a gestão do plano e entra a Omnisaude.

O Sindicato disse torcer para que a nova empresa cumpra com as metas pactuadas, melhorando e agilizando o acesso à saúde dos servidores e seus dependentes.

“O Sindicato acredita que a mudança será benéfica também aos prestadores e acompanhará de perto as demandas dos prestadores e a transição desta operação, acreditando que ocorrerá da melhor forma. Torcemos para que a promessa de modernização se concretize, agilizando as autorizações de procedimentos e diminuindo as glosas”, afirma o presidente.

Com as mudanças, o sindicato espera que o novo plano, o SERVIR, seja uma referência para Região Norte e que as novas tecnologias tragam uma maior transparência na gestão deste grande patrimônio dos servidores tocantinense.

O sindicato lembra ao Governo do Estado que ainda que aguarda a contratação da empresa de auditoria para verificação das glosas sem análise e não pagas desde 2016, bem como a quitação dos valores pendentes referentes a 2019 e início de 2020.

Fonte afnoticias
você pode gostar também