Governo do Tocantins promove reunião técnica sobre construção do novo prédio do Hospital da Mulher e Maternidade Dona Regina

Tempo estimado para leitura: 2 minuto(s)


Equipes da Secretaria de Estado da Saúde (SES-TO), da Secretaria de Parcerias e Investimentos (SPI) e da Companhia Imobiliária de Participações, Investimentos e Parcerias (Tocantins Parcerias) realizaram nesta terça-feira, 18, uma visita técnica às dependências do novo prédio do Hospital da Mulher e Maternidade Dona Regina (HMDR), em Palmas. Na ocasião, foram apresentados os primeiros estudos técnico-operacionais da nova unidade feitos pela Fundação Ezute.

“A construção do novo prédio da unidade hospitalar se dará por meio de Parceria Público-Privada (PPP), sendo essa, uma obra que trará relevantes benefícios para a população tocantinense, visto o Dona Regina ser referência no atendimento materno infantil”, esclarece o secretário-executivo de Estado da Saúde, Luciano Lima Costa.

-- Publicidade --

-- Publicidade --

O secretário de Parcerias e Investimentos, José Humberto Pereira Muniz Filho, explicou que o objetivo do Estado é atender uma necessidade de mais de vinte anos do Hospital e Maternidade Dona Regina. “Está no plano de Governo a construção do Hospital da Mulher e esta forma de PPP administrativa preserva a oferta do serviço público ao mesmo tempo que equilibra a responsabilidade fiscal do Estado e as formas de financiamento da obra”.

A representante da Companhia Imobiliária de Participações, Investimentos e Parcerias (Tocantins Parcerias), Kely Cristhine Vieira Barreto, conta que “a Tocantins Parcerias contratou a Fundação Ezute para finalizar os estudos de modelagem do projeto de PPP do hospital. Na visita de hoje, a equipe técnica da Ezute veio in loco entender quais são as necessidades do hospital”.

A obra

O novo prédio será construído em terreno próprio do Estado, localizado na região sul de Palmas. Após a entrega dos estudos de modelagem ao Governo do Tocantins, o projeto passará por consulta pública. A expectativa é que no primeiro semestre de 2023 seja publicada a licitação.

A Ezute

O diretor de Mercado Civil e Parcerias da Ezute, Thomas Strasser, explica que o primeiro projeto na área de saúde da Fundação foi no Estado de Rondônia para fazer o projeto do HEURO, o Hospital de Emergência e Urgência daquele estado. “Nesse processo de trazer essa experiência para atender estados e municípios, nós temos hoje uma consultoria que também atuou nos contratos de concessão e PPP do Estado de São Paulo. Hoje, são três hospitais que operam nesse modelo em São José dos Campos, Sorocaba e na capital paulista. E é essa experiência que a gente coloca à disposição do Governo do Tocantins”.

Criada em 1997, a Fundação Ezute é uma organização privada sem fins lucrativos, 100% nacional, a qual oferece soluções inovadoras em tecnologia e gestão, para instituições brasileiras, especialmente as públicas. (Da assessoria de imprensa)

Fonte clebertoledo
você pode gostar também
×