Estado paga R$ 300 mil de insalubridade para profissionais da Saúde em regime de contrato

Tempo estimado para leitura: 1 minuto(s)


A Secretaria da Saúde do Tocantins (Sesau) informa que pagará valores referentes à insalubridade para profissionais contratados. O montante é de quase R$ 300 mil. A pasta acrescenta que o adicional noturno será incluído na próxima folha de pagamento, conforme as escalas apresentadas pelas unidades hospitalares. “Todos esses profissionais continuarão a trabalhar em nossos hospitais, um reconhecimento pelo empenho no momento em que mais precisamos e por estarmos ampliando os serviços de saúde em todas as nossas unidades  e isso demandar mão de obra qualificada”, disse titular da Sesau, Afonso Piva de Santana.

Como solicitar

-- Publicidade --

-- Publicidade --

Para ter acesso ao pagamento de insalubridade, o profissional interessado deve procurar o departamento de Recursos Humanos da unidade onde é lotado e preencher o formulário de requerimento. Após isso, os hospitais encaminharão os documentos para análises das equipes da Superintendência de Gestão Profissional e Educação na Saúde e, ao ser aprovado, será lançado na próxima folha de pagamento. Os efetivos já receberam este direito.

Fonte clebertoledo
você pode gostar também
×