Empossada, nova juíza titular do TRE-TO defende maior inclusão da mulher na política

Ela foi nomeada pelo presidente da República Jair Bolsonaro.

Tempo estimado para leitura: 3 minuto(s)


O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins (TRE-TO), desembargador Helvécio de Brito Maia Neto, empossou a advogada Delícia Feitosa Ferreira Sudbrack como juíza titular da Corte do Eleitoral, na classe dos juristas. A cerimônia foi realizada por videoconferência, na última desta sexta-feira (15/10), com participação remota dos membros da Corte e autoridades.

Ao empossar a nova integrante da Corte, o presidente desejou boas-vindas à Juíza Delícia Feitosa e reforçou que ao longo dos próximos dois anos (biênio 2021-2023) ela irá contribuir muito com os debates e discussões no âmbito da Justiça Eleitoral do Tocantins.

-- Publicidade --

-- Publicidade --

Em nome da Corte, a saudação à empossada foi feita pelo vice-presidente e corregedor, desembargador Eurípedes Lamounier, que apresentou um resumo curricular da nova juíza.

“Vossa Excelência tem muita experiência jurídica e experiência de vida, o que certamente engrandecerá e elevará o nível dos debates jurídicos travados nos processos judiciais eleitorais. Seja bem-vinda a esta Corte e saiba que o TRE do Tocantins é um Tribunal coeso, harmônico, alinhado com a jurisprudência do Tribunal Superior Eleitoral e conta com um corpo de servidores comprometidos e estudiosos; por isso, tenho certeza que prestará um excelente serviço à sociedade”, disse Lamounier.

Em seu pronunciamento, a juíza Delícia Feitosa falou da alegria e honra em integrar a Corte Eleitoral. “Estou lisonjeada em dividir esse plenário com Vossas Excelências. Sinto gratidão pela confiança que me foi dada  e tenho consciência do trabalho a ser prestado em prol do nosso Estado e da nossa sociedade. Minha responsabilidade como cidadã e jurista neste Tribunal aumentou ainda mais, visto que hoje faço parte do seleto grupo guardião da democracia do nosso país”, afirmou.

Ainda durante a cerimônia de posse, a juíza ressaltou a importância das ações desenvolvidas pelo TRE na educação política da sociedade; assim como destacou a problemática de gênero e a necessidade de incentivo à participação feminina na política e ocupação nos espaços de poder.

“Verdade que na política atual adotada já se avançou, e a minha presença aqui é prova disso, mas essa representatividade precisa ser algo maior e, sem dúvida, a solução passa pela inclusão da mulher na sociedade, na política e em todos os espaços de poder desse país em respeito a paridade de gênero e a igualdade garantidos constitucionalmente”, frisou.

PRESENÇAS

Além do presidente, do corregedor e da empossada, compuseram a mesa de honra virtual a Ouvidora Eleitoral do TRE-TO, juíza Ana Paula Brandão Brasil; os juízes membros José Márcio da Silveira, José Maria Lima e Antônio Paim Bróglio; o procurador eleitoral João Gustavo Seixas; o diretor-geral José Machado dos Santos; o Procurador Geral de Justiça, Luciano Casaroti,  a presidente em exercício da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Tocantins, Janay Garcia; o superintendente dos Defensores Públicos, Danilo Frasseto Michelin; e o secretário Chefe da Casa Civil, Rolf Vidal, representado o Governo do Estado.

A sessão foi transmitida pelo canal do TRE Tocantins no YouTube.

Fonte afnoticias
você pode gostar também