Em Dubai, governador Wanderlei Barbosa defende crescimento econômico de maneira sustentável

Chefe do Executivo do Tocantins participou nesta segunda-feira, 4, de painel com governadores dos estados que formam o Consórcio da Amazônia

Na Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas de 2023 (COP-28), o governador do Tocantins, Wanderlei Barbosa, participou, nesta segunda-feira, 4, do painel Transição econômica para a Amazônia: desenvolvimento socioeconômico de baixas emissões, com lançamento do planejamento estratégico do Consórcio Amazônia Legal. Acompanhado de representantes dos nove estados que integram o consórcio, Wanderlei Barbosa falou sobre a transição da economia de baixo carbono, a produção agrícola sustentável, as políticas públicas adotadas pelo Tocantins para a preservação ambiental e reforçou a importância do trabalho cooperativo desenvolvido pelo Consórcio.

“Eu não venho a uma COP para maquiar problemas que nós temos, principalmente, de caráter ambiental. Nós temos que falar daquilo que acontece em nossos estados e buscar soluções, porque em breve estaremos sediando a COP-30”, frisou o Governador, ao citar a tempestade que atingiu Palmas na última semana, com resultados desastrosos em toda a Capital, além das alterações climáticas que o Tocantins vem percebendo e da seca que preocupou o estado do Amazonas recentemente.

O governador Wanderlei Barbosa salientou que o Tocantins possui 92% de seu território com o bioma Cerrado e que essa característica permite com que o Estado esteja em franca expansão na produção agrícola, mas que isso não significa desmatamento irresponsável e criminoso. “Cada um de nós, entes federativos, tem um perfil e nós já sentimos o peso dessas mudanças climáticas. Dos 27 milhões de hectares do nosso território, abrimos cerca de 11 milhões. Se nós investirmos em tecnologia para crescermos na produção em cima daquilo que já temos aberto, a gente avança no debate”, observou, ao classificar tal iniciativa como “crescimento econômico de maneira sustentável”.

“Há poucos dias, assinamos o pacto pelo desmatamento zero, com todas as federações agrícolas do Estado. Isso demonstra que a mudança climática é uma preocupação de todos”, continuou Wanderlei Barbosa, citando avanços das políticas públicas neste direcionamento. “O Tocantins já tem contrato firmado com empresas patrocinando projetos nas comunidades quilombolas e indígenas. Nós temos que nos integrar”.

O governador Wanderlei Barbosa lembrou da COP-30, prevista para ocorrer em Belém/PA no ano de 2025. “Essa COP será um grande desafio no Brasil, porque poderemos discutir como produziremos alimentos de maneira sustentável e quais são as políticas que devemos promover para continuar produzindo, sem exploração ambiental”.

Agenda de trabalho

O governador Wanderlei Barbosa também participou, nesse final de semana, do painel Caminhos para a COP 30: desenvolvimento socioeconômico sustentável para a Amazônia integrada e competitiva. O momento permitiu o debate da pauta de que Belém sediará a 30ª edição da COP, em 2025. O encontro contou com a presença do governador do Amazonas, Wilson Lima; do governador do Amapá, Clécio Luis; do governador de Roraima, Antonio Denarium; do governador de Rondônia, Marcos Rocha; da vice-governadora do Pará, Hana Ghassan; do prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues; do senador pelo Amapá Randolfe Rodrigues; e do senador pelo Pará, Beto Faro.

Realizada em Dubai, nos Emirados Árabes, entre 30 de novembro e 12 de dezembro, a COP-28 reúne as principais lideranças globais, além de pesquisadores, financiadores e influenciadores de todo o mundo para discutir formas de mitigar os efeitos das mudanças climáticas e promover a transição climática, a preservação de florestas e da biodiversidade, além do desenvolvimento da agricultura sustentável e da descarbonização da atividade econômica.

Edição: Caroline Spricigo

Revisão Textual: Marynne Juliate

Gestores da Amazônia Legal se reuniram para participar do painel “Transição econômica para a Amazônia: desenvolvimento socioeconômico de baixas emissões, com lançamento do planejamento estratégico do Consórcio Amazônia Legal” – Esequias Araújo/Governo do Tocantins
Chefe do Executivo no Tocantins participou nesta segunda-feira, 4, de painel com governadores dos estados que formam o Consórcio da Amazônia – Esequias Araújo/Governo do Tocantins
Banner825x120 Rodapé Matérias
Fonte to
você pode gostar também
×