Eleições farão dança das cadeiras no 1º escalão do governo Wanderlei

Os pré-candidatos que ocupam posições no governo do Estado do Tocantins devem se desincompatibilizar de seus cargos ao longo desta semana. A maioria deles optará por deixar suas funções, seguindo as exigências legais para disputarem as eleições municipais.

Conforme estabelecido pela legislação eleitoral, os pré-candidatos a prefeito têm a opção de se desincompatibilizar quatro meses antes das eleições, em vez dos seis meses exigidos para outros cargos. Entre os que seguirão esse caminho estão o secretário da Governadoria, Osires Damos (Republicanos), pré-candidato a prefeito em Paraíso, e o secretário extraordinário de Ações Estratégicas, Saboinha Júnior (Republicanos), que concorrerá à prefeitura de Guaraí.

Banner825x120 Rodapé Matérias
você pode gostar também
×