Concurso dos Bombeiros é homologado e Estado projeta convocação em janeiro de 115 candidatos para o curso de formação

Tempo estimado para leitura: 2 minuto(s)


O governador interino Wanderlei Barbosa (sem partido) homologou nesta quarta-feira, 17, o concurso público para o provimento dos cargos de soldados e oficiais do Corpo de Bombeiros (CBMTO). Serão convocados 115 para o curso de formação, sendo 100 vagas para a função de praça e 15 para cadetes.  “Nós precisamos fazer essa reposição de homens nas ruas e teremos o cuidado de chamar o máximo possível dentro do nosso orçamento. O comandante-geral, coronel [Carlos] Farias, tem a autorização de encaminhar o recrutamento para fazer a reposição dentro do quadro estabelecido”, afirmou em discurso.

Concurso

-- Publicidade --

-- Publicidade --

Sobre a convocação para o curso de formação dos aprovados no concurso, o comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar destacou que a previsão é de que a convocação seja feita a partir de janeiro. “Estamos trabalhando para que, já no início do próximo ano, a gente consiga fazer a convocação desse pessoal para o curso de formação de oficiais, que dura em média dois anos; e também o curso de praças, que tem duração de quatro meses”, informou o coronel Carlos Eduardo de Souza Farias, que destacou ainda que a expectativa é de que os convocados comecem a atuar a partir do segundo semestre de 2022.

Troca de comando do 1º Batalhão dos Bombeiros

A homologação ocorreu durante a solenidade de passagem de Comando do 1° Batalhão de Bombeiros Militares (BBM). O major Antônio Luiz Soares da Silva assumiu substituiu a tenente-coronel Andreya de Fátima Bueno, que estava à frente da estrutura desde 2019. “Uma troca de comando não representa tristeza, é uma oxigenação natural”, disse o governador interino na ocasião.

Fonte clebertoledo
você pode gostar também